Versão renovada do SUV compacto era atração do Salão de Bangcoc, junto com a versão híbrida e-Power

Entre as baixas provocadas pela pandemia do coronavírus está o Salão de Bangcoc (Tailândia), que começaria na semana passada. A mostra teria um destaque bem importante para o Brasil: o Nissan Kicks 2021, que vai ganhar novo visual e a inédita versão híbrida e-Power. A revista HeadlighMag obteve um teaser que seria usado pela empresa na divulgação do carro e revela que a fabricante ainda não planejou uma nova data para a apresentação, antes prevista para o dia 19 de março.

Galeria: Nissan Kicks 2021 - Flagra na Tailândia

Com as fábricas paralisadas e a população em quarentena em muitos países, a Nissan não teve muita escolha. A estratégia original era apresentar o Nissan Kicks 2021 no Salão de Bangcoc, iniciando sua produção na Tailândia junto com a nova fábrica para montagem do sistema e-Power, e assim abastecer não só o mercado local como também o japonês. O lançamento comercial aconteceria até junho no Japão.

Além de obter a informação de que a apresentação foi adiada sem uma nova data, a HeadlighMag ainda conseguiu uma imagem de um dos teasers que a Nissan iria usar no Japão. Ele mostra o carro coberto por uma capa branca, mas transparente o suficiente para mostrar os novos faróis em LED e a grade com novo desenho.

Além disso, dá para ver o logotopo “e-Power” no topo, confirmando que o SUV vai mesmo receber a motorização híbrida, que estreou no hatch Note. No caso do compacto, ele usa o motor 1.2 de três cilindros apenas como gerador de energia para as baterias, enquanto a movimentação do carro é responsabilidade de um motor elétrico de 109 cv e 25,9 kgfm, entregando um rendimento energético de 37,2 km/litro pelo sistema japonês de medição. A HeadlightMag diz que o Kicks terá a mesma motorização, mas a potência seria elevada para 129 cv.

 

Já no Brasil, a Nissan pretendia apresentar o Kicks renovado em novembro, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, enquanto as vendas começariam somente em 2021. Porém, o evento acabou adiado para o ano que vem, alterando os planos da marca no país. Agora que o SUV compacto não tem nem data para ser revelado no oriente, há grandes chances de que a estreia do modelo nacional fique somente para o próximo ano.