Nova geração terá construção monobloco e inspiração no Explorer americano

À venda no mercado internacional desde o final de 2014, a atual geração do Ford Everest (ou Endeavor, dependendo da região) está prestes a mudar. Prova disso são as imagens deste flagra, que revelam o desenvolvimento já bastante adiantado de uma linhagem inteiramente nova. O projeto está sendo tocado na China, onde o protótipo foi avistado, mas equipes da Tailândia e da Austrália também estão contribuindo significativamente nos trabalhos. Entre outras novidades, o novo SUV ficará mais sofisticado e tecnológico, além de ganhar independência em relação à picape Ranger, modelo do qual derivou desde a primeira geração.

Galeria: Flagra: Ford Everest 2021

A separação da Ranger fica evidente nas fotos que revelam detalhes inferiores do protótipo, como a suspensão traseira do tipo multi-link a ser adotada em substituição ao tradicional eixo rígido. Os ganhos serão claros em termos de conforto e estabilidade, mas a capacidade off-road será comprometida. Além disso, a construção passará a ser do tipo monobloco e não mais com chassi separado da carroceria (esquema que será mantido na Ranger, cuja nova geração também já está a caminho). A mudança será estratégica para posicionar o Everest como um SUV de perfil mais familiar, confortável e urbano, em detrimento da pegada fora-de-estrada do modelo atual.

No visual, tudo indica que a inspiração virá de SUVs maiores da Ford, especialmente o norte-americano Explorer. Na dianteira, os faróis serão divididos em dois conjuntos, como vem virando tendência entre muitas marcas. O de cima será integrado ao desenho da grade e responsável por abrigar as luzes diurnas de LED, enquanto o segundo contará com projetores e luzes de direção. Nas laterais, as portas traseiras amplas adiantam que o espaço interno traseiro será um dos pontos-fortes do carro. Além disso, facilitarão o acesso à terceira fileira de bancos. Por fim, as lanternas ainda são provisórias, mas no carro final avançarão tanto nas laterais quanto na tampa do porta-malas.

Flagra: Ford Everest 2021
Flagra: Ford Everest 2021

Na cabine, o nível de sofisticação fica evidente pelo painel tecnológico e inspirado em carros de passeio. O console central elevado abrigará recursos modernos como seletor giratório para troca de marchas (no lugar da tradicional alavanca de câmbio), freio de estacionamento eletrônico e diversos porta-objetos. Além disso, haverá quadro de instrumentos digital e sistema multimídia com tela posicionada acima das saídas de ventilação.

O lançamento acontecerá entre o fim deste ano e o início de 2021, inicialmente na China e posteriormente em outros grandes mercados asiáticos como a Índia. A chegada ao Brasil ainda é incerta, apesar de haver rumores sobre o desenvolvimento de uma variante SUV da Ranger em parceria com a Volkswagen, dentro do mesmo projeto que originará também a próxima Amarok, para produção na Argentina.