Posicionado abaixo do Jeep Renegade, crossover adotará motores turbo 1.0 e 1.3 com câmbio CVT

A estratégia de oferecer SUVs somente na Jeep teve uma consequência ruim para a Fiat, que ficou de fora do segmento que mais cresce no Brasil e no mundo. Isso mudará a partir de 2021, quando a marca italiana finalmente terá um crossover próprio para o mercado brasileiro. Baseado no Argo, o modelo aparece em testes na Europa e seu lançamento acontecerá no 1º semestre do ano que vem, sendo uma opção abaixo do Jeep Renegade.

Galeria: Fiat Argo SUV - Flagra na Europa

Na semana passada, Antonio Filosa, presidente da Fiat-Chrysler América Latina, deu uma coletiva de imprensa e confirmou que a Fiat prepara dois SUVs e que o primeiro será lançado já no 1º semestre, enquanto o segundo fica para o final do ano – e pode ser adiado para o início de 2022. Pouco depois o executivo revelo que este segundo crossover será o modelo baseado no conceito Fastback, o que confirma que o modelo baseado no Argo virá primeiro. São grandes as chances de conhecermos este novo SUV já neste ano, provavelmente em forma de conceito, no Salão do Automóvel de São Paulo (se o evento realmente acontecer).

Rodando em testes na Europa, a “mula” avistada por nossos espiões é idêntica à que vimos no Brasil em janeiro, nas imagens publicadas por Garagem 195 no Instagram. Agora que temos fotos mais próximas, fica óbvio que ele terá um porte semelhante ao do Argo, mas com mudanças para que seja mais do que um aventureiro baseado no hatch (afinal, já existe o Argo Trekking para isso). Irá disputar espaço com modelos menores, como o Honda WR-V e o inédito Volkswagen Nivus, deixando o degrau acima para o Jeep Renegade.

Com o início da produção dos motores turbo em Betim (MG) a partir de outubro, o SUV do Argo já poderá aproveitar os novos propulsores. Nossas fontes adiantam que ele terá o 1.0 Firefly turbo com cerca de 120 cv, acoplado ao câmbio automático do tipo CVT. É possível que tenha o 1.3 Firefly aspirado de 109 cv nas versões de entrada, mas não espere pela variante 1.3 turbo, pois a FCA deve reservá-lo para o Renegade.

Pelo seu posicionamento, o futuro SUV do Fiat Argo deve ter um preço inicial na casa dos R$ 65 mil, acima do que é cobrado pelo hatch com motor 1.3 aspirado e na mesma faixa que o Argo 1.8. Já a versão topo de linha deve encostar nos R$ 80 mil, que é o valor de entrada do Jeep Renegade na variante STD 1.8 automática.

Ouça nosso podcast:

 

Fotos: CarPix