Ranking mostra Peugeot 5008 como SUV menos depreciado do Brasil, com apenas 0,59% de queda

A lógica do mercado brasileiro nos leva a crer que veículos importados necessariamente perdem mais valor com o passar do tempo do que aqueles fabricados em solo brasileiro. No entanto, análise promovida recentemente pela KBB Brasil quebra de forma definitiva essa teoria e prova que, pelo menos no segmentos de SUVs, os campões de desvalorização são justamente modelos nacionais. O levantamento tomou como base veículos com ano/modelo 2019, vendidos como 0km entre janeiro e junho deste ano, e que já possuíam ofertas no mercado de seminovos em janeiro. Ao todo, mais de 400 versões foram analisadas.

Galeria: Peugeot 5008 2017

Segundo o levantamento, no primeiro semestre deste ano o SUV que menos perdeu valor na comparação com o preço original foi o Peugeot 5008, com redução de apenas 0,59%. O resultado representa significativa diferença na comparação com os demais colocados e quebra o mito de que SUV importado desvaloriza mais que nacional, ainda mais levando em conta a origem francesa do carro. Na segunda posição aparece o Volvo XC60, com depreciação de 2,72%, seguido no pódio pelo Toyota SW4 com desvalorização de 3,60%. Fechando o top 5, Volvo e Peugeot novamente marcam presença com XC40 e 3008, apresentando depreciação de 3,60% e 4,01%, respectivamente.

Hyundai New Tucson avaliação BR

Já entre os SUVs mais que desvalorizam, o campeão é o nacional Ford EcoSport, com depreciação de 13,57%. Em penúltimo lugar aparece o chinês JAC T50, com queda de 13,25% em seu preço, seguido pelo Suzuki S-Cross, com -12,26%. Outros nacionais com forte desvalorização são Chevrolet Trailblazer, Hyundai New Tucson, Hyundai Creta, Jeep Compass e Jeep Renegade.

A KBB explica que para realizar o estudo aplicou o conceito de depreciação por modelo levando em consideração um índice ponderado que atribui pesos diferentes às versões, de acordo com o volume de vendas. A depreciação usa o valor do veículo 0 km em um período determinado em relação a seu atual valor residual, sempre considerando o mesmo ano/modelo e sem o mesmo rigor de sua definição contábil, que tem regras muito estritas.

Ranking de SUVs mais depreciados no 1º semestre:

MARCA/MODELO

DEPRECIAÇÃO:

Jan/19 a Jun/19

Peugeot 5008

-0,59%

Volvo XC60

-2,72%

Toyota SW4

-3,60%

Volvo XC40

-3,80%

Peugeot 3008

-4,01%

Chevrolet Tracker

-4,06%

Citroen C4 Cactus

-4,50%

Lifan X80

-4,52%

Lifan X60

-4,90%

Honda HR-V

-5,04%

Hyundai ix35

-6,08%

Ford Edge

-6,33%

Honda WR-V

-6,55%

Caoa Chery Tiggo 2

-6,70%

Nissan Kicks

-7,00%

Suzuki Jimny

-7,33%

Mitsubishi ASX

-7,44%

Mitsubishi Eclipse Cross

-7,46%

Renault Captur

-7,55%

Caoa Chery Tiggo 5X

-7,63%

JAC T40

-7,85%

Peugeot 2008

-7,93%

Suzuki Vitara

-8,06%

Jeep Renegade

-8,27%

Kia Sportage

-8,27%

Mercedes-Benz GLA

-8,33%

Lexus NX300h

-9,00%

Jeep Compass

-9,19%

Chevrolet Equinox

-9,42%

Hyundai Creta

-9,69%

JAC T80

-10,27%

Hyundai New Tucson

-10,57%

Chevrolet Trailblazer

-12,10%

Suzuki S-Cross

-12,26%

JAC T50

-13,25%

Ford EcoSport

-13,57%

Fonte: KBB Brasil