Será opção de entrada da marca, com estreia prevista para 2020

Conhecida por suas motos custom com motores grandes, a Harley-Davidson vai seguir o caminho contrário e lançar um modelo da baixa cilindrada. Para isso, a fabricante norte-americana irá trabalhar com a chinesa Qianjiang, desenvolvendo uma moto específica para o mercado asiático – algo que vai dar pesadelos ao presidente Donald Trump. E agora sabemos que terá um motor de 338 cc.

O plano da Harley-Davidson é entrar no mercado asiático e, para isso, mira no segmento abaixo de 500 cc, como forma de popularizar o nome da empresa. A parceira Qianjjiang Motorcycle ficará responsável por produzir tanto a moto quanto o motor, mas seguindo os rígidos padrões de manufatura da Harley. O design foi adiantado por imagens oficiais da empresa.

A escolha da China é uma surpresa, já que a maioria das fabricantes de motos estão de olho na Índia. Como a Harley estava procurando por uma parceira desde o ano passado, o mais provável é que não tenha encontrado alguém com que trabalhar no mercado indiano, decidindo ir para a China por causa do acordo com a Qianjiang.

Harley-Davidson Small Displacement Motorcycle

Ainda não há informações sobre rendimento do motor ou mesmo quanto esta moto irá custar. Por enquanto, o plano da Harley é vendê-la somente na Ásia, embora isso possa mudar, já que a marca disse no ano passado que está de olho nas demandas dos consumidores e em formas de trazer novos clientes. Uma das iniciativas da empresa foi o lançamento da LiveWire, primeira moto totalmente elétrica da empresa.

Fotos: divulgação