Nova geração, terceira na história do sedã, traz importantes atualizações tecnológicas e de design

Principal representante da Bentley no segmento de sedãs de alto luxo, o Flying Spur acaba de mudar completamente de geração. Terceira da chamada 'era moderna' do modelo, a nova linhagem traz importantes atualizações tecnológicas e de design em sintonia com o que foi aplicado ao Continental GT (irmão de plataforma e componentes mecânicos). Sem modéstia, a própria marca descreve o modelo como "o sedã esportivo de luxo mais avançado do mundo" e ressalta a presença de recursos inéditos como chassi confeccionado em alumínio e sistema híbrido-leve de 48 volts.

Traços marcantes do novo design incluem grade frontal mais ampla e retangular, rodas de 21 polegadas com desenho inédito, vincos mais bem definidos, carroceria com aspecto geral mais musculoso, faróis com efeito cristal e lanternas com assinatura em LED e contornos que formam a letra "B". Por dentro, o painel inspirado no Continental GT inclui exclusivo console central giratório, sistema de entretenimento com tela de 12,3 polegadas, quadro de instrumentos digital, teto solar panorâmico e uma enorme gama de revestimentos com mais de 15 tipos de couro. O espaço interno foi ampliado com o aumento de 130 mm na distância entre-eixos, garantindo “conforto e refinamento inigualáveis”, segundo a marca.

A Bentley diz ainda que a distribuição de peso foi otimizada graças à posição mais avançada do eixo dianteiro, permitindo melhor precisão, manuseio e equilíbrio. O novo sistema de tração Active All-Wheel Drive pode fornecer energia às duas rodas ao eixo traseiro como padrão, além de enviar torque para o eixo dianteiro quando as condições da estrada e da roda exigirem. Além disso, a nova suspensão a ar com molas pneumáticas de três câmaras permite uma gama muito maior de ajustes, desde o conforto de uma condução mais voltada para o estilo limusine até o mais apimentado nível esportivo.

Bentley Flying Spur 2020

Sob o capô, o modelo topo de gama conta com motor 6.0 W12 biturbo de 635 cv de potência e 91,7 kgfm de torque máximo, sempre associado a uma transmissão de embreagem dupla e 8 marchas. Dados de fábrica indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e velocidade máxima de 333 km/h. As vendas nos principais mercados da Europa, Ásia e América do Norte serão iniciadas em 2020.

Fonte: Bentley