Enquanto isso, próximo Outlander vai crescer

Preocupada com a sobreposição que sua gama de SUVs vem acumulando nos últimos anos, a Mitsubishi planeja para breve novidades em termos de realinhamento. Conforme relata a revista britânica Autocar, a fabricante japonesa reclama de não estar em posição ideal no mercado justamente pelo fato de possuir utilitários muito próximos em termos de tamanho. Como solução, a marca prepara para os próximos 18 meses novidades que dizem respeito à uma nova estratégica de diferenciação entre os modelos Outlander, Eclipse Cross e ASX (chamado de Outlander Sport em alguns países).

Galeria: Mitsubishi ASX 2020

Conforme explica a publicação, a primeira grande novidade será capitaneada pelo Outlander, que crescerá consideravelmente na próxima geração para se afastar do Eclipse Cross. Por sua vez, o ASX também abrirá caminho para o Eclipse ao ficar ligeiramente menor, sendo transformado em um rival direto para Hyundai Creta, Jeep Renegade, Renault Captur e Honda HR-V. A expectativa é criar posicionamentos distintos para os três modelos e abrir uma diferença de pelo menos 20 centímetros entre cada um. Para efeito de comparação, o Eclipse Cross mede 4,40 metros de comprimento, enquanto o ASX possui 4,36 metros.

Basicamente, a Mitsubishi seguirá a mesma estratégia da Nissan, que consegue diferenciar bastante sua linha de SUVs - leia-se X-Trail/Rogue, Qashqai, Juke e Kicks, entre outros. Além disso, a marca planeja ampliar a oferta de sistemas eletrificados em toda a gama, hoje restrita ao Outlander PHEV. Na prática, tanto o Eclipse Cross quanto o ASX (nova geração) também se tornarão híbridos.

Antes disso, porém, o ASX virá reestilizado (foto de abertura) ao Brasil em 2020.

Fonte: Autocar