Powertrain eletrificado está sendo apresentado em Genebra no conceito IMQ

Considerada uma das principais apostas tecnológicas da Nissan para os próximos anos, o sistema de propulsão e-POWER, já oferecido no Japão, chegará a outros mercados globais nesta virada de década. Durante o Salão de Genebra, o vice-presidente corporativo da marca, Roel de Vries, confirmou que o dispositivo (apresentado através do conceito IMQ) será oferecido também na Europa e estará disponível em carros de produção em série até 2022. Até esta data, a montadora espera aumentar as vendas de veículos eletrificados em cinco vezes e ao mesmo tempo dobrar a média do mercado.

Galeria: Nissan IMQ Concept car

A Nissan explica que o sistema e-POWER inclui um motor a gasolina com um gerador de potência, um inversor, uma bateria e um motor elétrico. Utilizado apenas para recarregar a bateria de alta potência, o motor a gasolina sempre trabalha na velocidade ideal, oferecendo maior eficiência energética e menos emissões quando comparado a um motor de combustão interna tradicional. 

No Japão, o sistema foi tão bem aceito que tornou o monovolume Note campeão de vendas do mercado local, à frente até mesmo do ex-líder Toyota Prius. "A Nissan já é líder mundial em tecnologias para veículos elétricos produzidos em série e, agora, eletrificar totalmente a Europa logo será uma realidade", comentou Vries.

Nissan Kicks S CVT

No Brasil, a Nissan já confirmou a chegada da tecnologia através de uma versão exclusiva do Kicks. O desenvolvimento da novidade já está sendo tocado e, neste momento, a equipe de engenharia discute qual motor a combustão será utilizado em conjunto com o elétrico. O lançamento é esperado apenas para depois de 2022, após estreia na Europa. Até lá, vale lembrar, o Kicks já deverá estar em nova geração.

Fotos: Divulgação