Informação foi dada pelo presidente Marco Silva à reportagem do Motor1.com

A Nissan tem uma ousada meta de vender 1 milhão de unidades de veículos eletrificados pelo mundo até 2022. Para isso, vai ampliar sua gama de veículos totalmente elétricos e também os equipados com o sistema e-Power. Como a meta é global, o Brasil também será responsável por uma parcela deste volume.

Galeria: Nissan Kicks SL - Nacional

O primeiro passo, ainda que limitado, já foi dado com a importação do elétrico Leaf. O passo seguinte será lançar no país a tecnologia e-Power, sistema que impulsiona as rodas do carro por meio de motores elétricos e dispõe de um motor a combustão apenas para gerar eletricidade para recarga da bateria. Prova da viabilidade e sucesso desse sistema é o modelo Note, que assim que passou a ter uma versão e-Power, se tornou o carro mais vendido no Japão.

Motor1.com conversou com Marco Silva, Presidente da Nissan do Brasil, que confirmou o desenvolvimento do Kicks e-Power. Neste momento, o executivo disse que modificações estão sendo trabalhadas para que a atual plataforma consiga receber a segunda geração do sistema e-Power. Neste desenvolvimento, a engenharia ainda está definindo qual motor a combustão será utilizado em conjunto com o elétrico.

No Note, o e-Power utiliza um motor de 1,2 litro para gerar energia e permite registrar médias de consumo entre 30 a 32 km/litro.

Apesar desta confirmação, o executivo não revelou quando o Kicks e-Power chegará, deixando no ar que isso poderá acontecer até 2022.

Fotos: Motor1.com