Protótipo tem motor de 204 cv e autonomia para rodar por 420 km

[ATUALIZAÇÃO, 5 de março] Imagens ao vivo do Salão de Genebra de 2019 foram adicionadas na galeria de fotos.

Nos últimos meses, temos falado muito do Volkswagen I.D., o primeiro carro 100% elétrico da fabricante alemã que dará inicio a uma linha de modelos EV. Ele foi prometido para o 2º semestre deste ano, só que veremos um pouco de como ele pode ser na forma do Seat el-Born, conceito que aparece nas primeiras imagens e que será apresentado ao público no Salão de Genebra, em março.

Galeria: Seat el-Born

Será um protótipo, mas as imagens mostram um carro bem definido e que parece estar pronto para produção. Assim como seu primo alemão, o Seat el-Born usará a nova plataforma MEB do Grupo Volkswagen, desenvolvida especialmente para carros elétricos. 

A fabricante espanhola adiantou muitos detalhes sobre o carro. Por exemplo, já confirmou sua produção na Alemanha, chegando ao mercado em 2020, depois que a Volkswagen lançar o I.D. - que pode ser batizado como Neo. É equipado com um motor que gera 204 cv, valor este que deve ser o utilizado no modelo de produção. Com esta potência, ele acelera de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos.

420 km de autonomia

A Seat promete que o el-Born será um carro bem funcional, com uma autonomia máxima de 420 km, mais do que suficientes para várias viagens pequenas durante o dia e até algo mais longo no fim de semana. A bateria oferece uma capacidade total de 62 kWh e carrega 80% de sua carga em apenas 47 minutos, se usar os novos supercarregadores de corrente continua de 100 kWh. Infelizmente, a Seat não revelou o tempo que demora para carregar o carro em uma tomada normal ou em um Wallbox.

É um exercício de design, mas bem avançado. Os artistas da Seat trabalharam para deixá-lo com uma boa aerodinâmica, colocaram rodas de liga leve de 20" e um spoiler traseiro.

SEAT el-Born

Quase pronto para venda

O interior também poderia ser levado diretamente para o modelo de produção se qualquer mudança. Entre os destaques estão o painel de instrumentos digital e a tela da central multimídia, ambos de 10 polegadas, voltados para o motorista. Praticamente não tem botões, com os únicos comandos posicionados ao lado esquerdo do volante, enquanto todo o resto é controlado pela multimídia. Assim como outros carros avançados da Seat, o el-Born conta com várias assistências de direção, assim como nível 2 de condução autônoma - ou seja, controle de cruzeiro adaptativo.

Seat el-Born no Salão de Genebra