Sucessor indireto do i8 deve estrear somente em 2023

A BMW pode ter criado um monte de máquinas de alto desempenho ao longo dos anos como parte da BMW M, mas sempre faltou um verdadeiro supercarro. Os alemães finalmente vão resolver isso, apresentando um novo modelo topo de linha da M Performance, que ficará acima do futuro M8 Coupe. A Autocar ouviu algumas fontes dizerem que o novo esportivo está sendo desenvolvido como um substituto indireto do i8.

O esportivo híbrido foi uma decepção para quem esperava um supercarro da BMW, pois o i8 é equipado com um motor de três cilindros. A ideia não deu certo e rumores apontam que não terá uma segunda geração, já que a BMW tem planos melhores para um veículo eletrificado. O motor 1.5 a gasolina será descartado, para utilizar um muito maior, possivelmente com seis cilindros. Enquanto o i8 não deve ganhar uma segunda geração, sua arquitetura de fibra de carbono deve seguir em frente, sendo usada por este novo modelo.

Galeria: BMW 2002 Hommage Concept Pebble Beach

A notícia publicada pela Autocar ainda diz que o motor a combustão irá trabalhar com um sistema elétrico para gerar uma potência combinada acima dos 700 cv e que ele deve custar mais do que os US$ 147.500 cobrados pelo i8 nos EUA - no Brasil, o esportivo híbrido sai por R$ 799.950. Acredita-se que o suprassumo do desempenho da BMW M Performance terá uma produção limitada.

Não espere ver o superesportivo da BMW tão cedo, pois o carro estaria programado somente para 2023. Enquanto isso, a linha da BMW M deve crescer com a chegada dos inéditos X3 M e X4 M, além do já mencionado M8 Coupe, Conversível e Gran Coupe. Mais para frente, deve vir também um M2 CS, servindo como adeus para a geração atual do Série 2.

Nota: O artigo utiliza imagens do conceito BMW 2002 Hommage Turbomeister

Fonte: Autocar