País é o segundo da América do Sul a receber o SUV nacional

A Nissan anuncia nesta semana a exportação do Kicks produzido em Resende (RJ) para mais um país da América do Sul. Depois da Argentina (que recebe o modelo desde o fim de 2017), o Paraguai torna-se o segundo país da região a comercializar o SUV brasileiro. A ação faz parte do programa de exportações do Complexo Industrial da Nissan no Brasil, que tem no mercado paraguaio um dos principais integrantes do mapa de exportações - March e Versa, por exemplo, já são vendidos por lá desde 2016.

Nissan Kicks - Traseira (global)

A Nissan não confirmou quais versões do Kicks estão sendo exportadas, mas adiantou um detalhe interessante: a tecnologia bicombustível do motor 1.6 foi mantida. A marca explica que, como o Paraguai incorporou o etanol em sua matriz energética, não foi necessário realizar qualquer ajuste no motor ou no sistema de injeção de combustível. 

Iniciado em março de 2016, o programa de exportações da fábrica de Resende já cobre oito mercados da região: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Desde o início do projeto, a Nissan já exportou mais de 40 mil unidades.

Fotos: Divulgação

Galeria: Nissan Kicks Paraguai - Exportação