Separada da Volvo, ela faria frente à Porsche com o Taycan

Antes uma preparadora especializada em Volvo e parceira da marca sueca, a Polestar foi adquirida pelo grupo Geely (a dona da Volvo) em 2015. Mas os planos para a divisão foram muito além do esperado, com seu papel indo bem além de ser uma divisão esportiva, como a BMW Motorsport ou a Mercedes-AMG. Como marca dedicada a esportivos elétricos, já apresentou o Polestar 1, um coupé que será produzido na China a partir de 2019.

A boa noticia é que a Polestar pode chegar ao Brasil como uma opção de luxo para concorrer, por exemplo, com a Porsche, e cobrir uma lacuna que poderia ser ocupada pela Tesla por aqui, mas não foi. Em conversa com representantes da Volvo Cars no Brasil, ficou claro que a chegada da Polestar depende apenas de decisões estratégicas. 

Polestar 1 2018
Polestar 1 2018

Segundo fontes, o processo para pedir a presença da marca no país já foi feito, com uma larga defesa feita em volta do crescimento de modelos elétricos e híbridos premium no país (inclusive com a chegada do Porsche Taycan em 2020), aliado ao desejo deste tipo de consumidor por modelos exclusivos e com o que há de mais moderno em tecnologia. 

Outro ponto positivo foi a recepção do público aos modelos híbridos da Volvo. Uma das marcas com mais opções eletrificadas em seu catálogo no Brasil, deve ampliar sua participação no segmento com o sedã S60 T8, fazendo companhia aso XC60 T8 e XC90 T8. Agora resta ficar na torcida.

Fotos: divulgação 

Galeria: Polestar 1 2018