Nova geração do hatch estreia em 2019, com plataforma do Peugeot 208

A Opel confirmou que irá lançar uma versão elétrica do Corsa e que ela será batizada como eCorsa. O carro, que utilizará uma plataforma do Grupo PSA, será lançado em 2020, um ano depois da chegada da nova geração do Corsa, prevista para 2019. O eCorsa será produzido em Zaragoza (Espanha) e será o primeiro carro da Opel a utilizar uma arquitetura da PSA desde que a empresa francesa comprou a marca da General Motors no ano passado.

"Alinhar arquiteturas e famílias de motores reduzirá substancialmente a complexidade de desenvolvimento e produção, permitindo efeitos em escala e sinergias, contribuindo no lucro", disse Michael Lohscheller, CEO da Opel, em uma conversa com o site AutoExpress.

Mais sobre o Corsa:

A plataforma em questão será a CMP do Grupo PSA, a mesma da nova geração do Peugeot 208 (o 208 nacional usa a PF1). A versão elétrica do Corsa será produzida com uma variante dessa base, chamada e-CMP, que será utilizada por mais três carros do grupo até 2021. Um deles será o DS totalmente elétrico, que será revelado no Salão de Paris (França), em outubro deste ano. Os outros dois serão um modelo da Citroën e a nova geração do Peugeot 208.

Apesar de adotar plataformas francesas, Carlos Tavares, chefe da PSA, disse que a Opel e a Vauxhall manterão suas identidades. "Há um posicionamento claro de marca," teria dito o executivo". A Opel continuará alemã, enquanto a Vauxhall continuará britânica."

Além dos quatro modelos elétricos, as duas marcas confirmaram a intenção de oferecer uma versão eletrificada de cada carro de suas linhas até 2024. A nova geração do Corsa será o primeiro carro a adotar a nova identidade visual da Opel e da Vauxhall, que será adiantada pelo conceito GT.

Fonte: AutoExpress