Depois do Range Rover Evoque e do Volkswagen T-Roc, vem aí um provável X2 Cabriolet

Apesar da experiência frustrada da Nissan com o finado Murano CrossCabriolet, o segmento de inusitados SUVs conversíveis continua atraindo o interesse de grandes montadoras. Prova disso é que depois da Land Rover com o Evoque Conversível e da Volkswagen com o T-Roc Cabriolet, a BMW é a mais nova fabricante a vir a público dizer que não acha a ideia de todo ruim. Em entrevista concedida recentemente ao site Digital Trends, o diretor de planejamento Ralph Mahler foi bastante claro: "acho esse assunto muito interessante".

Leia também:

 Na sequência, o executivo completou: "fizemos muitos questionamentos no passado, como se existe demanda ou mesmo um mercado. Nós não temos um [representante], mas acho que ainda é uma questão bastante interessante". A declaração, na prática, não significa a confirmação de um lançamento nesse sentido, mas sem dúvida alimenta muitas especulações. A principal delas aponta o X2 como SUV escolhido para "perder o teto", tendo em vista o apelo visual existente e facilidade de combinação com o novo estilo de carroceria.

 
BMW X2 2019

De todo modo, é prudente que os fãs mais puristas da marca já se preparem, pois um SUV bávaro, conversível e com tração dianteira não deve demorar muito tempo para se tornar realidade. O mundo não acabou quando as minivans Série 2 Active Tourer e Gran Tourer chegaram ao mercado, e certamente não acabará quando o rival alemão do Evoque Conversível for apresentado.

Fonte: DIgital Trends

Galeria: BMW X2 2019 - Brazil