Versão aventureira global terá reforço estrutural e central multimídia Sync3

Poucas horas depois da Ford mostrar o modelo Freestyle na Índia, a filial brasileira mostra o mesmo carro para o nosso mercado, adiantando o design do novo Ford Ka 2019. Será lançado no começo do segundo semestre, com sua publicidade afirmando que é um SUV e não seguirá o mesmo caminho do modelo indiano, que terá uma identidade própria separada do Ka. Preços e motorização ainda não foram revelados.

Leia também:

Tirando os atributos usados em carros aventureiros (como plástico sobre as caixas de rodas), as mudanças externas do Ford Ka Freestyle são pequenas. A grade foi atualizada, ficando mais fina do que a atual, ganhou novo para-choque e rodas aro 15”. Parte desses itens devem ser exclusivos dessa versão. Perdeu os adesivos laterais do modelo indiano. Como bom aventureiro, tem altura do solo elevada. Após o resultado ruim no teste do Latin NCAP e antecipando o teste de impacto lateral obrigatório, o hatch terá mudanças estruturais, embora a marca não tenha dado detalhes.

Ford Freestyle - India

A principal atualização visual foi do lado de dentro, com a adoção da nova central multimídia Sync3. Ela usa tela “flutuante”, da mesma forma que o EcoSport, nas versões de 6” e 8”. Isso faz com que o painel de instrumentos fique mais limpo, já que retira grande parte dos botões que comandavam o antigo sistema Sync1.

A prévia feita hoje com o Ka Freestyle foi mais para não perder o momento após a revelação na Índia. A Ford evitou falar de motorização e mostrou o carro somente por fora. O novo Ka deve manter o motor 1.0 Ti-VCT de 85 cv e 10,7 kgfm como a opção de entrada, só que agora usa um novo câmbio manual de 5 marchas da Getrag, aposentando a caixa antiga IB5.

Ford Ka Freestyle - Brasil

Fontes apontam que a história será diferente no topo da linha do Ka, com a adoção do mesmo 1.5 Dragon de 3 cilindros que equipa o EcoSport de entrada. Tem 137 cv e 16,2 kgfm, mais do que os 110 cv e 14,9 kgfm do 1.5 Sigma do modelo anterior. Finalmente terá uma versão para quem não quer trocar de marcha, pois ganhará o câmbio automático de 6 marchas que também é usado no EcoSport. Na Índia, o Ka Freestyle estreia o novo 1.2 Dragon, de 96 cv e 12,2 kgfm, mas não deve ser usado no nosso país por pagar os mesmos impostos que o 1.5.

O projeto foi desenvolvido na China, com participação de engenheiros brasileiros, chineses, europeus e indianos. Nasceu como ideia brasileira que alguns times da Ford global gostaram, tornando um produto global. Para melhorar sua qualidade de construção, a Ford passará a usar célula de corte a laser em Camaçari (BA).

Fotos: Motor1.com

Galeria: Ford Ka Freestyle - Brasil