Fábrica de Resende (RJ) abastecerá o mercado vizinho

Como aconteceu no Brasil, o Nissan Kicks começou a ser vendido na Argentina importado do México. A partir de agora, a planta de Resende (RJ) passa a ser responsável pelo abastecimento do país vizinho, com as primeiras 933 unidades tomando rumo para lá neste momento. Entre transporte rodoviário, serão 2.410 km entre a fábrica fluminense e o desembarque.

Leia também:

A perspectiva da Nissan é enviar 4 mil unidades do Kicks nos próximos meses. Vendido em 4 versões na Argentina, usa o motor 1.6 a gasolina com 114 cv e câmbio manual de 5 marchas ou automático CVT, como no Brasil. Os preços variam entre 466.600 e 533.200 pesos argentinos (R$ 88.607 a R$ 101.254, em conversão direta).

"O Complexo Industrial de Resende foi construído não apenas para abastecer o mercado brasileiro, mas também para promover o avanço da Nissan na América Latina. O envio do Kicks para a Argentina consolida o projeto de exportações da Nissan do Brasil, que atende à crescente demanda da região", afirmou Hitoshi Mano, vice-presidente de Manufatura da Nissan na América Latina

Nissan Kicks - Resende (RJ) para a Argentina
Nissan Kicks - Resende (RJ) para a Argentina

Resende já envia o Kicks para a Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Com o Kicks, a Argentina responde por 57% dos envios, juntando o Kicks com March e Versa. De lá, recebemos a picape Frontier. 

Fotos: divulgação

Galeria: Nissan Kicks - Resende (RJ) para a Argentina