Ford EcoSport Titanium 1.5: Prós e Contras

Marca registrada do EcoSport desde que ele foi lançado, em 2003, o estepe preso à tampa traseira saiu de cena na linha 2020 - na verdade, apenas na versão Titanium. Outra mudança é que este modelo passa a ser equipado exclusivamente com o motor 1.5 de 3 cilindros das versões mais baratas, abandonando o 2.0 de 4 cilindros. Tabelado a R$ 103.890, ele estreia na gama os pneus runflat, que podem rodar furados.  

Prós

Ford EcoSport 1.5 Titanium 2020 - Prós e Contras

A Ford oficializou o que diversas oficinas (e até concessionárias) já faziam desde o Eco de primeira geração: deixou a tampa traseira "lisa" com a retirada do estepe e o suporte da peça. Para equilibrar o visual, a placa foi elevada do para-choque para a tampa. É o mesmo desenho que já existe desde 2017 na Europa e nos EUA, acompanhando a tendência dos SUVs mais recentes.

De acordo com a marca, a retirada do pneu sobressalente aliviou 13 kg (em relação à antiga versão Titanium 2.0) e reduziu em 173 mm o comprimento do SUV. Os benefícios são óbvios: tampa traseira mais leve de abrir (embora mantenha a abertura lateral), fim dos furtos do estepe e maior facilidade para estacionar, pois agora o EcoSport ficou com 4.096 mm, basicamente o mesmo tamanho do Honda WR-V, e não tem mais o pneu para esbarrar no carro de trás. 

Ford EcoSport 1.5 Titanium 2020 - Prós e Contras

O EcoSport reestilizado apostou no recheio para atrair a clientela. E isso evid...