E mais: outras montadoras que já anunciaram investimentos no país

Em janeiro, falamos sobre a nova estratégia global da Renault, que irá investir em modelos com maior valor agregado e de segmento superiores para aumentar seus lucros. E nesta semana, a marca anunciou o investimento de R$ 1,1 bilhão no Brasil para trazer, além do novo motor 1.3 turbo, 5 novidades para sua linha e mais 2 totalmente elétricos, totalizando 7 modelos entre atualizações e novos modelos.

Entender quais seriam estes modelos até poderia ser fácil antes do CEO global da Renault, Luca de Meo, falar que o projeto dos novos Renault Sandero e Logan na nossa região estava suspenso e com dinheiro revertido para o projeto do novo Duster e do Bigster, o SUV médio que já está prometido para a região. E é isso que vamos explicar no programa desta semana.

 

Ouça nosso Podcast gratuitamente nas plataformas

Galeria: Renault Captur 2021 (Rússia)

Para este ano, já sabemos que teremos a reestilização do Captur com a estreia do motor 1.3 turbo e a reestilização do Kwid, que deve ganhar a versão do motor 1.0 que está no Sandero, mais potente, além de possíveis controles de tração e estabilidade. Entre os elétricos, o Zoe será atualizado e alinhado com a Europa nos próximos meses, mostrando um 2021 agitado para a Renault. Mas ainda faltam alguns modelos.

Há diversas possibilidades. O Kwid elétrico é quase certo dentro dessa estratégia e deve despontar como o mais barato do segmento até o 2º semestre de 2022. Sobre os demais lançamentos, há desde a possibilidade do não cancelamento dos novos Sandero e Logan, passando por novo Duster 1.3 turbo, nova Duster Oroch e até mesmo a nova geração da linha comercial Master, forte e importante dentro da marca. 

Mais investimentos

Aproveitamos a discussão para falar sobre recentes anúncios de investimentos feitos por outras montadoras no País. A Chevrolet reativou o programa de R$ 10 bilhões no país, que já deram origem ao novo Tracker e ainda terá a nova geração de Montana, Spin, S10 e Trailblazer na jogada. A Caoa também irá colocar dinheiro para as linhas de montagem de Chery, Hyundai e Exeed, assim como a VW deverá falar algo ainda este ano. 

Envie seu flagra! flagra@motor1.com