E tudo começou com a BMC...

Em 26 de agosto de 1959 a BMC (British Motor Corporation) revelou dois modelos que revolucionariam o mercado, o Morris Mini-Minor e o Austin Seven. Na época, eles trouxeram a racionalidade do motor e tração na frente como aposta para aumentar o espaço interno. 

Alec Issogonis, criador do Mini, procurou manter a boa dirigibilidade, baixo consumo de combustível e preço acessível. O custo era de 496 libras, ou US$ 2.500, e logo fez sucesso com quem procurava um carro compacto para uso urbano e também um carro rápido e acessível. Em 1969, a Mini deixava se der um simples modelo e se tornava uma marca. Em 2000 foi absorvida pela BMW (dona da Rover desde 1994, detentora da Mini) e faz parte do BMW Group hoje.

Galeria: MINI 60 Years Edition

Anos depois do lançamento, os modelos Mini ganharam o sobrenome Cooper por conta da parceria com John Cooper, preparador famoso das pistas, e que hoje dá nome à versão John Cooper Works, a mais apimentada na linha Mini.

A marca mantém até hoje as características de desempenho desde as versões de entrada, mas o tamanho já não é mais tão mini. A marca divide plataforma com modelos de entrada da BMW como o novo Série 1 e o Série 2 Active Tourer. Para celebrar os 60 anos, a Mini lançou uma série especial do Cooper