Primeiras impressões Novo Porsche Cayenne V6 2019: Em busca dos puristas

O Cayenne ganhou moral dentro da Porsche. Apesar de muitos puristas negarem, é inegável que o SUV foi um dos responsáveis pela forte recuperação da marca alemã. Ele é o segundo Porsche mais vendido no mundo - ficando atrás do menor e mais barato Macan -, com 28.700 unidades emplacadas apenas no primeiro semestre de 2018. No Brasil, está em terceiro, atrás do Macan e do 718, mas isso deve mudar com a chegada da terceira geração que avaliamos agora. 

Leia também:

O que é?

Este é o primeiro Cayenne a utilizar a plataforma MLB Evo do Grupo VW, uma arquitetura modular para motores longitudinais já utilizada, por exemplo, pelos Audi Q7 e Q8. Desde a primeira geração, de 2002, o Cayenne vem sendo melhorado, principalmente quando falamos em metais, estrutura, dimensões e peso. Agora estamos falando de um SUV 63 mm maior (4.918 mm), 29 mm mais largo (1.983 mm) e 9 mm mais baixo (1.696 mm) que o anterior, o que dá impressão de um carro mais encorpado e esportivo. O entre-eixos de 2.895 mm é o mesmo da segunda geração. 

Porsche Cayenne V6 2019 - Brasil

Mesmo maior, o novo Cayenne ficou 65 kg mais leve. Pode não parecer muito, mas a Porsche explica que adicionar itens de segurança, de aerodinâmica e melhorias acústicas aumenta o peso em 70 kg, enquanto o uso de alumínio na carroceria, metais leves na estrutura, novo motor e até uma bateria mais leve tiram 135 kg. Faça a conta. 

 

O Cayenne V6 é a v...