Protótipo misturava perua com utilitário esportivo e antecipava SUV urbano

Nome: Chevrolet Journey Concept

Estreia: Salão do Automóvel de São Paulo 2002

Especificações: Sem motorização.

Porque lembramos dele: Em 2002, SUVs compactos ainda não eram febre na cabeça do brasileiro. A Ford preparava o lançamento do EcoSport, que seria apresentado no Salão do Automóvel daquele ano. Ao mesmo tempo, a General Motors também pensava em participar do segmento e mostrou em seu estande o Chevrolet Journey, conceito que servia de ensaio para o design de um crossover compacto. Na época alguns apontaram-no como possível sucessor do Blazer, mas na verdade era menor e tinha pegada mais urbana.

Chevrolet Journey Concept
Chevrolet Journey Concept

Criado pelo estúdio de design da General Motors do Brasil, o Chevrolet Journey tinha como premissa misturar as características de uma perua esportiva com as de um utilitário. “Este veículo foi concebido para superar o tradicional desenho de duas caixas dos utilitários esportivos atuais com uma proposta mais dinâmica, proporcionando o máximo de versatilidade”, explicou David Rand, então diretor de design da General Motors Brasil.

 

Utilizava a plataforma da Zafira e media 4,38 metros de comprimento, 2,70 m de entre-eixos, 1,60 m de altura e 1,77 m de largura. Isso o deixava maior do que o Tracker atual, que tem 4,25 m de comprimento e 2,55 m de entreeixos. Calçava rodas de 18 polegadas com pneus 235/50. A carroceria era de fibra de vidro pintada na cor cinza perolizada. A GM disse que ele foi concebido de forma que fosse tecnicamente viável para produção, embora nunca tenha virado realidade.

Fotos: Divulgação

Galeria: Chevrolet Journey Concept