Mudanças no pacote de equipamentos o aproxima do Touring mantendo o motor 1.8 aspirado

Assim como fez com o Civic EXL 2021, a Honda aproximou o HR-V EXL 2021 da versão topo, a Touring. Visualmente, adotou os faróis fullLED, assim como os novos faróis de neblina em novo formato e em LEDs, além das mesmas rodas, que agora se diferem das demais versões abaixo, apesar de manter a medida de 17". 

Mesmo com o motor 1.8 aspirado de até 140 cv e 17,4 kgfm e por R$ 126.000, é uma boa opção dentro da linha HR-V? Com o novo pacote de equipamentos, é a melhor versão? Veja agora os Prós e Contras do Honda HR-V EXL 2021.

Prós

Honda HR-V EXL 2021

O Honda HR-V nasceu, digamos, firme demais pro segmento, algo que foi corrigido na reestilização de 2018 para a linha 2019. E entre seus muitos concorrentes no segmento, ainda é um dos mais confortáveis tanto em acomodação dos ocupantes quando no rodar. Ao não optar por rodas grandes e pneus de perfil fino, os 215/55 ajudam bastante na absorção dos impactos, assim como a suspensão não trabalha com barulhos excessivos. 

O isolamento acústico entre nesse jogo e, mesmo com um motor mais antigo, segura bem até mesmo em rotações mais altas. Adicione nessa conta o trabalho linear do câmbio CVT e até mesmo bancos largos e confortáveis completam o conjunto do HR-V. 

Honda HR-V EXL 2021

Mesmo sendo um dos mais antigos SUVs a venda no país sem uma mudança de geração, o Honda HR-V ainda se coloca como um com melhor espaço interno do segmento. Seus 4.294 mm de comprimento é maior até mesmo que do Hyundai Creta (4.290 mm) e Chevrolet Tracker (4.270 mm), com uma clara vantagem no entre-eixos de 2.610 mm (são 2.590 e 2.570 mm, respectivamente). 

Além dos largos bancos citados anteriormente, o espaço para pernas e ombros é um dos destaques do HR-V, que ainda tem um porta-malas de 437 litros e o Magic Seat, sistema de modularidade dos bancos da Honda que abre espaço para objetos mais altos e permite várias configurações. 

Honda HR-V EXL 2021

Mesmo com alguns elementos do interior já datados, o acabamento do Honda HR-V segue como um dos pontos de destaque do SUV. Desde portas forradas até qualidade dos plásticos, passando por um console central alto também revestido, pouco de pode reclamar do interior. Até mesmo o couro dos bancos tem um toque suave e de boa aparência, assim como o que está no volante. 

Contras

Honda HR-V EXL 2021

Quando sua concorrência se limitava a Jeep Renegade, Ford EcoSport e Renault Duster, o Honda HR-V até se destacava com o motor 1.8 aspirado de 140 cv e 17,4 kgfm de torque. Apesar do trabalho suave com o câmbio CVT (na versão EXL com simulação de 7 marchas pela borboletas no volante), hoje já se distancia de concorrentes com motores turbo, como o VW T-Cross e Chevrolet Tracker. 

Se quiser um Honda HR-V com motor 1.5 turbo, terá que optar pelo Touring, de 173 cv, mas com preço de R$ 150.300, ou R$ 24.300 a mais que o EXL com uma pequena mudança na lista de equipamentos de série, como o teto-solar panorâmico, câmera lateral e partida por botão com chave presencial. 

Honda HR-V EXL 2021

Na linha 2021, o Honda HR-V EXL recebeu alguns itens do Touring. Para atrair clientes que não querem pagar os mais de R$ 24.000 a mais pela versão topo, a EXL adotou os faróis fullLED e neblinas em LEDs e as mesmas rodas de 17" para se aproximas visualmente. Mas ainda faltam "pequenos" detalhes, como a uma chave presencial com botão de partida ou até mesmo um alerta de colisão com frenagem automática, itens que alguns de seus concorrentes muitas vezes já oferecem nesta faixa de preço. 

Honda HR-V EXL 2021

Apesar de ser um sistema com espelhamento de smartphones via Apple CarPlay e Android Auto, já vemos uma certa idade no aparelho utilizado pela Honda. A tela de 7" já é inferior a utilizada em diversos concorrentes, que variam de 8" a 10", além de uma certa lentidão nas respostas e uma resolução inferior da tela, além de alguns concorrentes já permitirem o espelhamento sem fios. É um dos pontos que mais entregam a idade do HR-V diante da concorrência, assim como o painel de instrumentos com um computador de bordo em uma tela simples. 

Fotos: Leo Fortunatti (Motor1.com)

Honda HR-V EXL 1.8

MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros, 16 válvulas, 1.799 cm³, comando simples variável, flex
POTÊNCIA/TORQUE 140/139 cv a 6.500 rpm / 17,3/17,4 kgfm a 5.000 rpm
TRANSMISSÃO automática variável CVT com simulação de 7 marchas; tração dianteira
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
RODAS E PNEUS liga leve de aro 17" com pneus 215/55 R17
FREIOS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e ESP
PESO 1.276 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.294 mm, largura 1.772 mm, altura 1.586 mm, entre-eixos 2.610 mm
CAPACIDADES porta-malas 437 litros; tanque 51 litros
PREÇO R$ 126.000 (março/2021)

 

MEDIÇÕES MOTOR1 BR (etanol)
    Honda HR-V 1.8 CVT
  Aceleração  
  0 a 60 km/h

5,9 s

  0 a 80 km/h 8,3 s
  0 a 100 km/h 11,4 s
  Retomada  
  40 a 100 km/h em S 8,5 s
  80 a 120 km/h em S 7,6 s
  Frenagem  
  100 km/h a 0 38,5 m
  80 km/h a 0 24,6 m
  60 km/h a 0 13,5 m
  Consumo   
  Ciclo cidade 8,2 km/l 
  Ciclo estrada 10,8 km/l

Galeria: Teste: Honda HR-V EXL 2021

Envie seu flagra! flagra@motor1.com