Presente no portfólio da Toyota Hilux desde 2018, a versão preparada GR Sport voltará a ser oferecida no Brasil em 2022 com visual reestilizado e lista de equipamentos atualizada. Antes disso, porém, está sendo lançada em diversos mercados da Ásia, adiantando as novidades que logo mais chegarão por aqui. Primeiro foi anunciada na Tailândia e agora está sendo apresentada no Japão, inclusive com diferenças para ambos os mercados.

Por fora, a nova Hilux GR Sport se diferencia pelo aspecto mais robusto do design. Na dianteira, a grade frontal é exclusiva e traz a grafia Toyota destacada em letras maiúsculas. Além disso, há para-choque inédito e faróis em LED com arranjo de luzes modificado. As laterais contam com rodas de 18 polegadas com acabamento em preto, molduras plásticas e retrovisores também em preto. A traseira agrega novo emblema e para-choque modificado.

Nova Toyota Hilux GR Sport - Japão
Nova Toyota Hilux GR Sport - Japão
Nova Toyota Hilux GR Sport - Japão

O interior também tem elementos exclusivos, incluindo bancos com acabamento em couro e logo GR Sport no encosto, detalhes em vermelho na parte superior e costuras dos assentos e do volante contrastantes. Ainda no volante, destaque para o marcador em vermelho na parte central e detalhes em cinza na parte inferior junto ao logo GR. Por fim, o painel de instrumentos traz a tela de inicialização com assinatura GR Sport.

Na comparação com a Hilux GR Sport da Tailândia, a versão japonesa pode ser considerada mais discreta. Dispensa os adesivos de gosto duvidoso, o santo-antônio integrado e alguns outros excessos. A estreia no mercado japonês, vale lembrar, é uma das grandes novidades do facelift. Ao contrário do modelo original, oferecido apenas em mercados selecionados como Brasil, Argentina e África do Sul, a versão reestilizada terá alcance comercial global.

Nova Toyota Hilux GR Sport - Japão

No Japão, a versão adota motor 2.4 turbodiesel com 150 cv de potência e 40,8 kgfm de torque. Já por aqui, tudo indica que será usado o propulsor 2.8 turbodiesel das demais versões - agora reprogramado para entregar 204 cv de potência (ou seja, aumento de 27 cv) e 50,9 kgfm de torque. O diferencial mecânico ficará por conta da suspensão, que terá calibração exclusiva para fazer jus à proposta off-road e assinatura da divisão esportiva GR.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com