Em agosto, a Royal Enfield atingiu um marco no mercado brasileiro ao ultrapassar a marca de 1% de participação no mercado, passando a Triumph. Desde o lançamento da Meteor 350, a empresa está em franco crescimento no Brasil. Atualmente com 19 lojas espalhadas no Brasil, ainda há espaço para mais.

E não é só aqui. Com uma meta ousada de ser a marca mais vendida no segmento de motos entre 250 e 750 cm³, a Royal Enfield vem crescendo na Europa e nos EUA, além de estar se renovando também em seus país de origem: a Índia. Lá, a empresa já está testando ao menos três novidades que podem estrear já em 2022 e aumentar a oferta de produtos da marca dentro do segmento em que ela deseja se posicionar.

Uma Himalayan mais barata

Flagra - Nova versão da Royal Enfield Himalayan

O flagra mais recente de uma novidade da Royal, publicada pelo Autocar India, envolve uma nova versão da aventureira da empresa. Hoje a Himalayan traz configuração única, com protetores laterais, parabrisa e roda dianteira maior. Na Índia, porém, foi flagrada em teste uma configuração diferente, sem nenhum destes três elementos.

A imprensa indiana aposta em uma nova configuração da Royal Enfield Himalayan que será mais barata. Sem os apêndices do modelo atual e com uma roda dianteira menor, a novidade manterá a mecânica, mas poderá apostar em um visual mais puxado para as Motards, estilo que mescla a base de uma aventureira a um conjunto de rodas e pneus mais capazes no asfalto. A mecânica não deve mudar, mantendo o motor monocilíndrico de 411 cm³ que entrega 24,5 cv de potência e 3,2 kgfm de torque.

Custom sobre a Interceptor 650

Royal Enfield Continental GT 650 e Interceptor INT 650
Royal Enfield Continental GT 650 e Interceptor INT 650

Essa deve chegar mais cedo. Flagras de uma moto estradeira com o motor da Royal Enfield Interceptor 650 estão circulando na internet desde o final do ano passado. A receita é conhecida: diversificar as opções sobre a plataforma 650, que acompanha hoje somente a Interceptor e a Continental GT. 

Pelos flagras, a nova custom da Royal Enfield deve manter o único bicilíndrico que a empresa produz, mas trazendo um chassi mais baixo e alongado para complementar o visual estradeiro. A grande estreia da moto, no entanto, deverá ser a primeira suspensão dianteira com garfo invertido no catálogo da marca. O dois cilindros de 647 cm³ deve permanecer entregando 47 cv e 5,4 kgfm.

Scrambler da Meteor 350

Royal Enfield Meteor 350

Depois do lançamento da plataforma J, que equipa a Meteor 350, a Royal Enfield completou a necessária renovação de seu catálogo. Após Himalayan e Interceptor, 2022 deve ser também o ano em que a Meteor receberá mais "irmãs". Na Índia, a empresa já apresentou a nova geração da Classic 350 com a plataforma J e há mais por vir.

Em sua terra natal, a Royal Enfield está testando a terceira interação do chassi. Depois da custom e da Classic, a próxima novidade deverá ser uma scrambler, com banco reto, guidão mais baixo e pneus com perfil mais agressivo. A novidade, no entanto, manterá o propulsor monocilíndrico de 349 cm³, entregando 20,2 cv e 2,7 kgfm.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com