Depois de anunciar a versão mais preparada da Frontier há duas semanas, a Nissan revela agora todos os detalhes do modelo voltado ao off-road mais severo. Batizada de Navara PRO-4X Warrior (nome da Frontier em outros mercados), a nova picape desenvolvida para a Austrália mira modelos como a Ford Ranger nas variantes Raptor e FX4 Max.

Para começar, a Nissan não fez essa versão mais parruda sozinha, pois no seu desenvolvimento ela teve uma mão da empresa de engenharia local Premcar, parceira do projeto que já existiu na geração anterior da picape. Visualmente, ela traz diversas mudanças como o para-choque mais pronunciado (que pode receber guincho) com faróis de neblina nas extremidades e o farol de LED de longo alcance na seção central.

Galeria: Nissan Frontier PRO-4X Warrior

Para fazer jus ao estilo todo-terreno, a picape ostenta uma barra de aço vermelha de 3 mm de espessura para proteção da parte inferior, que traz o nome Navara vazado na peça. No mais, é destaque também as molduras plásticas nos para-lamas da picape, que fez a grandalhona ficar 30 mm mais larga. Há também adesivos laterais pretos na parte inferior, nome da versão na lateral da caçamba, rodas pintadas de preto, além de molas e amortecedores em vermelho. Os faróis com projetores também são exclusivos, sendo novidade também a aplicação do novo logo da Nissan.

A picape também recebeu novos pneus de 32,2 polegadas, formado por um conjunto 275/70/R17 Cooper Discoverer All Terrain AT3 – sempre com rodas de liga-leve de 17 polegadas. Os borrachudos têm especificação da banda de rodagem de 70% para estradas de terra e areia e 30% para lama, entre outros detritos. Além disso, a marca garante que os pneus têm tecnologia que reduzem o ruído na estrada.

Nissan Frontier PRO-4X Warrior

A suspensão também foi revista e recebeu modificações, com molas e amortecedores mais robustos, além de novos batentes, barras de aço sob a carroceria para proteção. Com essas mudanças a altura em relação ao solo subiu 40 mm comparado ao modelo anterior, passando de 220 milímetros para 260 mm.

Isso acabou ajudando as capacidades off-road da picape, pois o ângulo de entrada foi de 32 para 36 graus, enquanto o ângulo de saída se manteve praticamente igual ao da antiga, com 19 graus. Já a capacidade de transpor trechos alagados fica no limite de 600 mm, que pode melhorar caso a camionete receba um snorkel.

Nissan Frontier PRO-4X Warrior

E apesar de ficar mais pesada ao receber equipamentos como rodas, pneus e proteções de aço debaixo da carroceria na versão PRO-4X Warrior, a capacidade de carga ainda se manteve boa para o segmento. Segundo a Nissan, a picape pode levar até 961 kg na caçamba. Já a capacidade de reboque aumentou, com a nova Frontier podendo rebocar até 3.250 kg (100 kg a mais).

Embora o estilo agressivo possa sugerir uma maior potência nessa versão, a picape mantém o mesmo motor 2.3 turbodiesel de 190 cv e 45,8 kgfm de torque das configurações “normais”. O câmbio pode ser manual de 6 marchas ou automático de 7 velocidades, sempre com tração 4x4 selecionável com opção de reduzida.

Quem ver esse perfil todo bruto nem imagina que o modelo tem um bom pacote tecnológico. Ela traz sistema de frenagem de emergência autônoma, alerta de colisão frontal e de saída de faixa, bem como alerta de tráfego cruzado traseiro e câmera com visão 360 graus. Um painel de instrumentos com display digital de 7 polegadas e sistema multimídia com tela de 8” também fazem parte do pacote.

Desenvolvida por uma equipe de 35 engenheiros da Premcar em parceria com a Nissan Austrália num período de 1 ano, a Frontier PRO-4X Warrior deverá ter suas vendas iniciadas nos próximos meses.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com