Até então, rumores apontavam para o fim do esportivo em 2023, como modelo 2024

Na contramão de rumores que circulam desde meados de 2019, a General Motors poderá ampliar o tempo de vida da atual geração do Chevrolet Camaro e deixá-la em oferta por mais alguns anos. De acordo com relatório recente da imprensa da Austrália, o esportivo permanecerá em produção até pelo menos o ano-modelo 2026 - e não até a linha 2024, como se imaginava até então.

A explicação está no fato de a GM ter se comprometido recentemente com as novas regras do campeonato australiano de automobilismo, que devem entrar em vigor a partir de 2022. Estrategicamente, não seria nada interessante para a marca firmar compromisso de vários anos com uma série de corridas com um veículo que sairá de linha 24 meses depois. Logo, o palpite dos australianos parece certeiro.

Galeria: Chevrolet Camaro LT1 2020

Apesar da sobrevida de pelo menos mais dois anos, o futuro do Camaro dentro da gama Chevrolet continua incerto. A atual geração amarga baixas vendas e o lançamento de uma nova linhagem esbarra nos alto custos de desenvolvimento.

Durante o terceiro trimestre, por exemplo, foram vendidas apenas 22.226 unidades nos EUA - queda de 39,6% na comparação com igual período de 2019. Principal concorrente, o Ford Mustang também caiu, mas conseguiu se sair melhor: 47.637 exemplares vendidos e queda de 14%.

Após 2026, há quem aposte na continuidade do Camaro como esportivo elétrico - mudança que representaria uma tremenda quebra de tradição na história do modelo. Seria, na prática, a única saída para dar continuidade à trajetória do cupê. Resta saber somo ficaria a recepção da novidade por parte dos fãs mais puristas.

Fotos: Divulgação e Arquivo Motor1.com

Envie seu flagra! flagra@motor1.com