Importação dos modelos foi interrompida; surpresa fica pelo fim do sedã

Depois da chegada do Nivus, a Volkswagen oficializa o fim de Up!, Fox e Voyage na Argentina. Os modelos, produzidos no Brasil e exportados para o país vizinho, deixarão de ser vendidos por lá pela baixa participação em seus segmento. Enquanto Fox e Up! já tinham esse destino esperado, a surpresa ficou pelo Voyage. O Gol segue, assim como Polo, Virtus, T-Cross e o recém-chegado Nivus.

A informação vem de um plano de consórcio da própria VW na Argentina. Segundo o comunicado, o Fox será substituído pelo Polo, enquanto o Up! dará lugar ao Gol e o Voyage, ao Virtus. Curiosamente, a Volkswagen já mostrava em seu site o Voyage com a reestilização feita no Brasil em 2018 e que ainda não era oferecido por uma questão de estoques. A chegada do Virtus aceleraram este fim, enquanto Up! e Fox já não tinham sucesso no mercado local há algum tempo.

Teste - VW Fox Xtreme
Volkswagen Up! Xtreme 2020

E no Brasil? Dos três modelos, a única incógnita ainda cerca o Up!. O Fox tem uma força comercial importante, emplacando 2.366 unidades em outubro (16.075 no acumulado), vendendo mais que Ford EcoSport, Toyota Yaris e Hyundai HB20S, por exemplo. O Voyage, assim como o Gol, tem importância entre as vendas diretas e emplacou 2.988 unidades em outubro (16.432 no acumulado), quase o mesmo que o crossover Nivus (3.124). 

O Up! vive um mistério. Enquanto concessionários não recebem unidades há alguns meses, rumores indicam que ele deve continuar em linha apenas com uma versão em 2021. A própria marca diz que divulgará as informações do Up! 2021 em breve, mas até então nenhuma novidade sobre o subcompacto que nem aparece entre os 50 mais vendidos em outubro e emplacou apenas 6.781 unidades no acumulado de 2020.