Marca francesa comemorou os 65 anos da fábrica de Santa Isabel com o início da produção em série da picape

Começou efetivamente nesta semana a produção em série da picape Renault Alaskan na fábrica de Santa Isabel, na Argentina. Versão Renault da Nissan Frontier, o modelo havia sido mostrado no Salão de Buenos Aires de 2017 e desde então era aguardado pelo mercado latino americano. As vendas no país vizinho começam em novembro, mas, apesar de ter sido flagrada no Brasil, a Alaskan não está confirmada para cá. O problema, segundo conversas de bastidores, é justamente fazer concorrência interna para a Frontier. 

Isso porque, exceto pelo design frontal próprio (com faróis, grade e para-choques exclusivos) e alguns detalhes internos, a Alaskan é uma Frontier com os logotipos da Renault. Isso inclui o motor 2.3 turbodiesel em duas versões (monoturbo de 160 cv e biturbo de 190 cv), a transmissão manual de 6 marchas ou automático de 7 velocidades, e o sistema de tração 4x4 com reduzida. Será ofertada somente com cabine dupla e capacidade de carga de 1 tonelada. 

Para a Renault, ter a Alaskan na Argentina é mais importante que no Brasil. Com uma rede bem maior que a da Nissan no país vizinho, a marca francesa espera que sua picape venda mais que a Frontier, que em 2019 teve 2.756 unidades emplacadas por lá. A expectativa da Renault é que a Alaskan seja pela menos a quarta colocada do segmento no mercado local, que teve a Toyota Hilux como líder com 25.128 unidades no ano passado. 

Renault Alaskan (Produção na Argentina)

O início da produção da Alaskan coincidiu com a comemoração pelos 65 anos da fábrica de Santa Isabel, em Córdoba, completados em março passado. Ao longo desse tempo, já foram feitos 34 veículos na planta, entre os quais o Clio - atualmente são feitos lá o Sandero, Logan e Stepway, além do Kangoo e da Frontier. Era para a unidade ter feito também a Mercedes Classe X, terceira irmã de projeto da Frontier/Alaskan, mas a parceria com a marca alemã deu errado e o modelo deixou de ser ofertado até mesmo na Europa, onde era produzida na Espanha. 

Oficialmente, a Renault diz que a Alaskan segue em estudos para o mercado brasileiro. A ver.

Fotos: divulgação 

Galeria: Renault Alaskan (Produção na Argentina)