Picape ainda ganhará versão Warrior com visual esportivo

Prevista para este ano no mercado asiático, a Nissan Frontier reestilizada aparece novamente em novas fotos, desta vez da variante mais cara e equipada. Esta unidade mostra mais detalhes, como o novo esquema de iluminação diurna em LED, os faróis também com LED e mais. A apresentação acontecerá ainda neste ano, começando as vendas pela Ásia, enquanto a chegada ao Brasil, com produção na Argentina, deve ficar para 2021.

As novas fotos mostram a nova Nissan Frontier na versão LE 4x4, ao contrário das primeiras imagens que eram de uma versão abaixo. Mesmo que a foto fosse só da frente da picape, já poderíamos notar que é uma variante bem equipada com direito a faróis em LED com quatro projetores quadrados e a iluminação de rodagem diurna (também em LED) em forma de “C”. Fica clara a inspiração na irmã maior Titan, na forma da grade mais longa e com um contorno cromado. Outra novidade é a inscrição "Frontier" na parte superior, perto do capô.

Galeria: Nissan Frontier reestilizada - Flagra

Pela primeira vez temos uma imagem clara da traseira, revelando que a tampa da caçamba será alterada. Passa a contar com o nome da picape na parte inferior em relevo, posicionado em uma leve depressão abaixo de um vinco. Isso faz com que a parte do meio, onde está o logo da marca, fique em um plano único. Além disso, o para-choque está mais longo e com um degrau, o que pode ser um acessório. As lanternas estão com LED em forma de "C" e novo desenho interno.

external_image

Outras duas imagens vazaram além dessas da Frontier LT, uma delas do catálogo oficial da Nissan e que mostra a Frontier em uma versão com visual esportivo – a mídia australiana diz que é a variante Warrior, que irá competir com a Ford Ranger Raptor. Apesar da qualidade baixa, uma outra foto mostra melhor esta configuração, com detalhes vermelhos na caixa de rodas, para-choque e logo.

external_image

Há poucas informações sobre a parte mecânica da Nissan Frontier. Na Ásia, fala-se da chegada do 2.3 biturbo diesel para o mercado, com 190 cv – motorização que já temos por aqui. Já na Austrália é dito que a versão Warrior pode ganhar um motor mais potente. Também ouvimos na Argentina que a picape receberá reforços estruturais que foram feitos para a finada Mercedes-Benz Classe X.