Facelift inclui redesenho do conjunto frontal e adoção de novas tecnologias

Depois de aproximadamente três anos de mercado sem grandes alterações, o Opel Crossland (agora sem o X como sobrenome) chega à linha 2021 na Europa com importantes novidades. Construído sobre a plataforma do Peugeot 2008, o crossover é considerado o sucessor direto da saudosa Meriva na região e incorpora características de minivan (teto alto e amplo espaço interno) com elementos de SUV.

Na nova gama, o visual foi remodelado e ajustado à nova realidade estética da marca. Dessa forma, passou a acompanhar os primos Corsa e Mokka. Na dianteira, o destaque fica por conta do chamado Opel Vizor - painel único que integra a grade do radiador e os faróis, sempre em cor contrastante com a carroceria. Há ainda para-choques remodelados, faróis de neblina de LED e novas opções de desenho para as rodas.

Galeria: Opel Crossland 2021

Por dentro, detalhes do acabamento foram revisados, incluindo revestimentos e texturas. Independentemente da versão, foi mantido o mecanismo de bancos traseiros deslizantes e reclináveis ​​individualmente, capazes de aumentar o volume do porta-malas de 410 para 520 litros. Com os bancos traseiros totalmente rebatidos, a capacidade salta para 1.255 litros.

Sob o capô, seguem sem mudanças os motores de origem francesa 1.2 PureTech de 82 cv ou 1.2 Turbo com 130 cv. Dependendo do caso, o câmbio pode ser manual ou automático, sempre com 6 marchas. É novidade agora o sistema de controle adaptativo IntelliGrip (semelhante ao AllGrip da Peugeot), controlável em 5 modos: Normal, Neve, Lama, Areia e ESP Off. Segundo a marca,  tecnologia permite “tração e estabilidade ideais em todos os tipos de superfícies”.

Fotos: Divulgação