No Brasil, novo SUV estreará em 2021 para enfrentar Jeep Compass e Ford Territory

Apresentado ao mundo no início de julho em evento na Tailândia, o Toyota Corolla Cross já faz sua estreia em outros importantes mercados da Ásia. No Vietnã, por exemplo, o modelo está sendo lançado nesta semana e, entre outros detalhes, chama atenção pelo fato de contar com design ligeiramente diferente na comparação com a versão tailandesa.

As mudanças não são exatamente profundas, mas suficientes para gerar diferenciação entre as duas variantes. A lista de alterações inclui, em especial, apliques extras na grade frontal, moldura dos faróis de neblina, para-choque traseiro e tampa do porta-malas. Nos versões tradicionais os apliques são cromados, enquanto na híbrida as peças são pintadas de azul. No interior, essa é a primeira vez que o volante aparece à esquerda (como chegará ao Brasil).

Galeria: Toyota Corolla Cross - Vietnã

Em termos dimensionais, não há alterações: 4,460 m de comprimento, 1,825 m de largura e 1,615 m de altura, com entre-eixos é de 2,640 m. Já a altura em relação ao solo é de 161 milímetros. Sob o capô, as opções de motorização também são as mesmas da Tailândia: 1.8 híbrido de 122 cv ou 1.8 aspirado tradicional de 142 cv. Dados de fábrica indicam consumo médio de 23,25 km/litro no primeiro caso e 15,38 km/l no segundo.

No Brasil, o Corolla Cross será lançado em 2021 e trará algumas particularidades. Para começar, além do motor 1.8 híbrido flex de 122 cv, ofertará o propulsor 2.0 aspirado de 177 cv que já equipa o Corolla sedã. Além disso, deverá ter construção mais próxima do três volumes no sentido de oferecer igual distância entre-eixos (2.700 mm, contra 2,640 m do asiático) e suspensão traseira do tipo multilink (na Tailândia a marca optou pelo eixo de torção, mais simples e barato).

Toyota Corolla Cross - Vietnã

A produção será concentrada na fábrica de Sorocaba (SP), que vem recebendo R$ 1 bilhão em investimentos para preparação das linhas de montagem. Conhecido internamente pelo código 740B, o SUV terá como meta rivalizar diretamente com Jeep Compass, líder disparado do segmento, Ford Territory e o futuro Volkswagen Tarek.

Fotos: Divulgação