Atualmente na terceira geração, modelo começou a ser oferecido por aqui em 2004

A Caoa comemora nesta semana no Brasil a comercialização da unidade de número 300 mil do Hyundai Tucson. Oferecido no mercado nacional desde 2004, o modelo chegou inicialmente como importado e foi um dos grandes responsáveis por fortalecer a imagem da marca no país. Está atualmente na terceira geração e continua como carro-chefe e símbolo da parceria firmada entre a empresa brasileira e a fabricante sul-coreana.

Em 2010, o Tucson (ao lado do caminhão pequeno HR) passou a ser produzido no Brasil como fruto dos investimentos de mais de R$ 1 bilhão aplicados pela Caoa na construção da fábrica de Anápolis (GO). Em 2013, também ganhou as linhas de montagem o ix35 (considerado o Tucson de segunda geração), enquanto em 2016 foi a vez do New Tucson (terceira linhagem).

Galeria: Hyundai New Tucson avaliação BR

Foi nessa época que a Hyundai passou a ter três gerações de um mesmo modelo vendidas simultaneamente no país - estratégia que durou até 2018, quando a primeira geração finalmente saiu de linha. Hoje, o SUV está em oferta em duas gerações e aguarda para breve o lançamento da quarta, que será completamente reformulada e tem estreia prevista ainda para este ano.

Atualmente, a Caoa é a maior distribuidora de veículos Hyundai no Brasil e a única a comercializar a linha completa da marca, desde os compactos HB20 e Creta produzidos em Piracicaba (SP) até os goianos New Tucson e ix35, bem como os importados Azera e Santa Fe. Anos atrás, outros modelos importantes também fizeram parte do portfólio, como i30, Elantra, Sonata e o polêmico Veloster.

Fotos: divulgação