SUV será eletrificado e terá versões de 7 lugares pela primeira vez em sua história

Após atrasar alguns meses em virtude da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, a nova geração Jeep Grand Cherokee está finalmente próxima de chegar ao mercado. Protótipos estão sendo flagrados com menos camuflagem e, com base nisso, a elaboração de projeções fica cada vez mais fácil - como provam estas renderizações feitas pelo site Kolesa.ru.

Pelo que já é possível notar, a dianteira terá estilo evolutivo e não trará grandes rupturas em relação ao carro atual. Nesse sentido, o formato dos faróis será preservado, enquanto a grade ganhará filetes mais estilizados e compridos. Na traseira, as lanternas continuarão avançando sobre a tampa do porta-malas, mas ficarão mais estreitas e com design mais dinâmico.

Galeria: Jeep Grand Cherokee 2021 - Projeções

Além disso, já é certo que a carroceria ficará mais comprida e, pela primeira vez, permitirá a oferta de versões com capacidade para até 7 passageiros dispostos em três fileiras de assentos. A ideia é atender à uma demanda crescente dos consumidores e, ao mesmo tempo, alinhar o SUV a concorrentes diretos como Honda Pilot, Ford Explorer e Volkswagen Atlas, que já oferecem esta opção.

Jeep Grand Cherokee 2021 - Novo flagra
Jeep Grand Cherokee 2021 - Novo flagra

Na mecânica, o destaque ficará por conta da adoção da plataforma Giorgio, desenvolvida pela Alfa Romeo e já usada pelo SUV Stelvio e pelo sedã Giulia. Elogiada pela dinâmica, a arquitetura é adaptável e pode ser perfeitamente aplicada em modelos de diferentes segmentos. Atualmente, o Grand Cherokee ainda usa uma plataforma derivada do antigo Mercedes-Benz Classe ML, herança da finada parceria entre Daimler e Chrysler.

A nova base também abrirá caminho para a eletrificação, fazendo desta nova geração a primeira oferecida com propulsão híbrida do tipo plug-in. Por sua vez, as configurações tradicionais terão motores V6 da linha Pentastar e 3.0 V6 turbodiesel. Já é certo também que o modelo ganhará condução autônoma de nível 2, com controle sobre freios, acelerador, direção e até mudança de faixa. O lançamento é esperado ainda para 2020 nos EUA.