Avaliação - Como anda o Stelvio, o SUV que pode trazer a Alfa Romeo de volta ao Brasil

Sem dúvida alguma, o lugar mais apropriado para avaliar o novo Alfa Romeo Stelvio 2017 teria sido o Passo Stelvio, o pórtico de montanha mais alto da Itália e uma das estradas de serra mais míticas de toda a Europa, com 25 quilômetros e mais de 75 curvas. No entanto, nos meses de inverno ela fica fechada, o que fez a Alfa buscar uma boa alternativa: os trajetos tortuosos nos arredores de St. Moritz e Livign. Com subidas, descidas e curvas cegas, parece um bom lugar para provar o inédito SUV da marca italiana.

Após muita espera, vamos colocar nossas mãos num Stelvio 2.2 Diesel Q4, de 210 cv, pintado na cor Vermelho Competition e com rodas de aro 20", um carro que chama poderosamente a atenção em meio ao ambiente branco da neve. Antes de mais nada, seu preço de 48.300 euros na Europa (cerca de R$ 155 mil) nos dá uma ideia do que podemos esperar dele. A saber, o novo SUV fabricado em Cassino (Itália) deriva diretamente do Giulia, ou seja, ele deverá oferecer prazer de condução e dinamismo próximos aos de um sedã esportivo.

 

Alfa Romeo Stelvio

 

Está certo que, ao vivo, o design do Stelvio indica sua vocação esportiva. Na verdade, esta versão "normal" com motor turbodiesel não tem a aparência tão agressiva como a do Stelvio Quadrifoglio, de 510 cv. Mas é inegavelmente atraente. Além disso, a grade em forma de escudo e a traseira arredondada servem para distingui-lo de rivais como Audi Q5, BMW X3, Mercedes GLC... e, de certo modo, faz com que ele seja concorrente dos BMW X4 e Mercedes GLC Coupé.

P...