Revelada em um desenho, nova geração da picape será irmã de projeto da Ford Ranger

Na semana passada a Volkswagen realizou sua convenção anual, transmitida online para jornalistas e acionistas. Além de apresentar como foi o ano de 2019, a marca ainda mostrou o que está sendo desenvolvido para os próximos anos. Entre as novidades estava a Volkswagen Amarok 2022, que apareceu pela primeira vez em um esboço. Foi o suficiente para o site Kolesa criar uma projeção de como deve ficar a picape.

As imagens feitas pelo site russo mostram a frente da nova Volkswagen Amarok 2022 com muitas partes metálicas, incluindo um "X" que incorpora o para-choque. Ainda tem entradas de ar bem largas ao lado da grade, lembrando um pouco o Tiguan. O capô também foi significativamente esculpido, com vários vincos. Ainda fizeram o trabalho que faltava, adicionando os faróis que não apareciam no esboço. É basicamente a nova filosofia de design da marca, que veremos nos próximos lançamentos como Nivus e Tarek (este diferente da versão asiática).

Galeria: Volkswagen Amarok 2022 - Projeção

Na traseira, os artistas tiveram que imaginar um pouco, já que não temos nenhuma imagem ou foto de um modelo camuflado para servir de base. Adicionaram então lanternas em LED e uma janela bem larga no painel que divide a caçamba e a cabine, algo que lembra muito o que foi usado no conceito Tarok. O para-choque é parcialmente cromado.

A nova Amarok será desenvolvida em uma parceria da Volkswagen com a Ford, dando origem também à próxima geração da Ranger. Frutos do projeto Cyclone, as duas irão compartilhar plataformas e muitos dos componentes, mas ainda não sabemos se isso irá incluir motores ou transmissões. Ambos os modelos estão previstos para 2022.

Enquanto não há informações sobre os motores, as duas fabricantes já deixaram bem claro que não trabalham em uma opção híbrida. Deverão adotar, portanto, os tradicionais propulsores a gasolina e diesel. Pode ser uma escolha arriscada, já que a Toyota estuda uma versão eletrificada da Hilux e as próximas gerações da Mitsubishi L200 Triton e Nissan Frontier, que irão usar a mesma arquitetura, devem oferecer uma variante híbrida.

Ouça nosso podcast: