Derivadas do chamado Projeto Cyclone, picapes dividirão plataforma e elementos mecânicos

Após a circulação de uma série de informações de bastidores, Ford e Volkswagen finalmente oficializam nesta sexta-feira (12) todos os detalhes a respeito da aliança estratégica anunciada no início do ano. Entre os vários campos de atuação da parceria, as marcas destacaram o segmento de picapes médias e reafirmaram que o desenvolvimento das próximas gerações de Ranger e Amarok está sendo tocado de forma conjunta. Haverá compartilhamento de plataforma e diversos componentes mecânicos, porém com identidade visual própria de acordo com as diretrizes de cada marca. A promessa é lançar as novas camionetes em 2022 e abastecer os principais mercados da Europa, África, Oriente Médio, Ásia Pacífico e América do Sul.

Galeria: Nova geração da Ford Ranger - Imagens vazadas

Na América do Sul, o projeto atende internamente pelo nome de Cyclone e está em fase bastante avançada de desenvolvimento. Ao que tudo indica, a produção de ambos os modelos será tocada pela Ford na fábrica de Pacheco, enquanto a Volkswagen terá sua parte da unidade livre para produzir o SUV Tarek e, possivelmente, a picape monobloco Tarok. Esta fábrica, vale lembrar, é herança da antiga aliança Autolatina e foi literalmente dividida ao meio entre as empresas após o fim da parceria em 1996. Com a assinatura de uma nova cooperação, a expectativa é que a sinergia seja facilitada e o complexo fabril tenha o máximo de eficiência possível.

Ford Ranger e Volkswagen Amarok

Detalhes específicos sobre os modelos ainda são desconhecidos, mas informações importantes já vieram à tona. Em fevereiro, por exemplo, imagens de um protótipo da nova Ranger vazaram e acabaram adiantando que o visual será diretamente inspirado na F-150 norte-americana. Haverá bastante uso de revestimentos cromados, dianteira com soluções que ressaltam a robustez e traços retilíneos. No caso da Amarok, o que já foi revelado diz respeito à plataforma e se tornou público através do chefão da Volkswagen, Herbert Diess, que acesso direto ao projeto. O executivo teve a oportunidade de dirigir alguns protótipos e, sem titubear, disse que ficou "realmente impressionado" com o que viu, fazendo vários elogios aos atributos da nova arquitetura.

Além das picapes, o acordo estratégico prevê desdobramentos no segmento de vans comerciais, onde Ford e Volkswagen são representadas pelos modelos Transit, Transporter e Caddy, respectivamente. 

Fonte: Ford/Volkswagen