Flagra do modelo mexicano adianta possíveis linhas do SUV que virá ao Brasil em 2021 importado da Argentina

Um dos carros que seria revelado no Salão do Automóvel em novembro, caso o evento não tivesse sido cancelado, o Volkswagen Tarek aparece no México rodando praticamente limpo. O modelo, que será produzido também na Argentina e será vendido no Brasil em 2021 para enfrentar o Jeep Compass, terá um design diferente do modelo chinês, sendo que a principal diferença está na nova grade frontal.

 

As fotos, publicadas no Twitter por José Iván, mostram o Volkswagen Tarek rodando na cidade de Tehuacán, próximo à fábrica da Volkswagen no estado de Puebla. O crossover médio será produzido no país para abastecer não só o mercado local, como também os Estados Unidos, enquanto o Brasil receberá o carro vindo da Argentina.

Relatos de executivos da Volkswagen já adiantavam que o Tarek teria um visual diferente do modelo chinês, que usa um visual semelhante ao do enorme Atlas e do Tiguan Allspace. A foto do modelo mexicano revela que terá uma grade menor e com um formato bem próximo do que a marca usa no T-Cross. Os faróis também parecem menores, mantendo o elemento em LED na parte de baixo e com lâmpadas em LED. Outra alteração está no para-choque, que tem uma entrada de ar muito menor do que a variante chinesa.

Também temos uma foto da traseira, mostrando que manterá o formato das lanternas e até mesmo os elementos internos. A única mudança está no para-choque, usando refletivos menores e sem as saídas de ar retangulares. Faltou só uma imagem do interior, que também terá leves alterações em comparação ao modelo chinês.

Galeria: Volkswagen Tharu - Fotos oficiais

Como o carro ainda roda em testes, a Volkswagen não colocou nenhum emblema de nome do SUV, mantendo o segredo sobre seu batismo definitivo. Apesar de chamarmos o carro de Tarek, este é apenas o nome do projeto e a fabricante diz que não será usado no modelo final. Também não deve seguir a China, que batizou o carro como Tharu.

Ainda não se sabe este visual será usado pelo Tarek produzido na Argentina, já que as únicas imagens que vimos até o momento mostrava o SUV com o visual chinês. Porém, os flagras foram feitos antes do início da produção pré-série em General Pacheco, então a unidade avistada pode ser a chinesa que veio para testes iniciais.

O Volkswagen Tarek será apresentado ainda em 2020, mas suas vendas só começarão em 2021, pois o início da produção em série está marcado para janeiro - a marca já monta algumas unidades pré-série. Com 4,45 metros de comprimento, ele será posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace, com preço estimado entre R$ 130 mil e R$ 150 mil, sempre com motor 1.4 TSI de 150 cv, transmissão automática de 6 marchas e tração dianteira.