Planta de Pacheco terá investimento de US$ 650 milhões para mudanças na linha

Depois do T-Cross, a Volkswagen terá um SUV no segmento acima para brigar com Jeep Compass e cia. Chamado na China de Tharu, o Tarek teve a produção confirmada na Argentina para abastecer nosso mercado, além do México (abastecendo Estados Unidos e Canadá), Rússia (como Tharu) e China. Durante um evento na fábrica de Pacheco, a data foi confirmada: a partir de 2021. 

A planta de Pacheco está recebendo investimento de US$ 650 milhões para atualização. Ela está sendo preparada para a plataforma MQB-A1 (mesma do Golf e Jetta) justamente para produzir o Tarek. Hoje apenas a Amarok é produzida por lá. 

Galeria: Volkswagen Tharu - Fotos oficiais

"Esta será a mudança mais profunda que a planta de Pacheco receberá em sua história e permitirá produzir o primeiro SUV da VW na Argentina. É um investimento de US$ 650 milhões, o que assegura a sustentabilidade da planta para os próximos anos e coloca a Argentina no rumo que chamamos de Nova Volkswagen", disse Celso Placeres, diretor da planta. 

O Tharu já teve as primeiras imagens reveladas na China, onde será vendido a partir de agosto. É menor que o Tiguan AllSpace, com divide plataforma, medindo 4,45 m de comprimento e 2,69 m de entre-eixos. Confirmado para o Brasil como Tarek, deverá utilizar o motor 1.4 TSI de 150 cv com câmbio automático de 6 marchas. Antes as apostas eram de que ele seria lançado em 2020 importado do México, mas deverá ficar mesmo para 2021 vindo da Argentina. 

Fonte: Argentina Autoblog