Marca vende duas gerações do Corolla ao mesmo tempo no país

A estratégia de oferecer duas gerações do mesmo carro ao mesmo tempo é bem conhecida pelos brasileiros. Foi assim com Volkswagen Gol, Fiat Palio, Hyundai Tucson (que teve três gerações ao mesmo tempo nas concessionárias), Chevrolet Onix e Prisma, Suzuki Jimny e tantos outros. Pois engana-se em quem acha que isso é um fenômeno nacional, pois o Toyota Corolla também usa esta tática na África do Sul, oferecendo a geração passada como Corolla Quest, que agora acaba de ser atualizada.

Galeria: Toyota Corolla Quest

Como a nova geração do Toyota Corolla já é vendida por lá na carroceria hatch e, em breve, ganhará a variante sedã, a marca mostra nesta semana como ficará o novo Corolla Quest. E, como esperado, ele mudará para a 11ª geração, usando a plataforma e o motor 1.8 de 140 cv que já equipava o sedã por lá na versão topo de linha.

A Toyota fez questão de destacar no comunicado de imprensa que o Corolla Quest não é uma versão depenada do carro, pois ele passa por um programa de desenvolvimento que busca redução de custos, mas mantendo qualidade, durabilidade e confiabilidade. A marca diz que aplicou três diretrizes para reduzir o custo total do carro: deixou a linha de produção mais eficiente; aumentou a quantidade de componentes compartilhados com outros veículos; e ajustou as especificações do modelo.

Um exemplo das mudanças é a adoção das mesmas cores da Hilux e da SW4 (lá vendida como Fortuner), o que aumenta a economia em escala. Também está usando alguns componentes iguais para todos, como o tecido e componentes internos dos bancos.

Toyota Corolla Quest
Toyota Corolla Quest

Outra mudança foi a simplificação da linha. O Corolla era vendido com várias opções de motores, como 1.3 e 1.6 a gasolina e 1.4 diesel. Agora, o Quest será oferecido apenas com o 1.8 de 140 cv, trabalhando junto ao câmbio manual ou automático CVT.

É fácil entender porque o Toyota Corolla Quest continua no mercado. Segundo a publicação Car Magazine da América do Sul, o sedã vendeu 136.880 unidades ao longo de 2019, sendo que 69.966 unidades eram do Quest – o que dá 71% de participação. Além disso, como a nova geração do Corolla não será produzida no país (chega importada), manter o veículo anterior na linha de produção faz com que a fábrica continue a ter um produto de alto volume.

Fotos: divulgação