Informação já circula entre a rede de concessionários da marca

A chegada do novo Polo ao Brasil, em 2017, colocou o Fox em posição delicada. A Volkswagen então reduziu a gama do hatch altinho para apenas duas versões, Connect e XTreme, sempre com motor 1.6, para evitar briga interna. Mas, apesar de ainda ter fãs fiéis, o fim era questão de tempo. Isso vai acontecer em 2020, garantem os vendedores da rede VW. E o Fox não vai sozinho...

VW Fox Extreme

Quem também deve deixar as linhas de montagem é o subcompacto up!, que, não por coincidência, também teve sua gama reduzida na linha 2020. Restaram apenas as versões MPI, com motor 1.0 aspirado, e as Connect e Xtreme, com motor 1.0 TSI. Da mesma forma que o Fox, os revendedores da VW já contam com o fim do modelo no ano que vem. De fato, uma das maiores concessionárias da marca na capital paulista foi visitada pela reportagem do Motor1.com neste último sábado (28) e não havia nem Fox nem up! no showroom - um sinal de que já não interessam tanto ao consumidor quanto em outros tempos. 

O Fox é veterano. Lançado em outubro de 2003 como opção mais barata ao Polo da época (que tinha o par de faróis redondos), o hatch com jeitinho de monovolume fez tanto sucesso que conseguiu sobreviver até agora sem mudanças profundas - foram apenas duas reestilizações (2009 e 2014), mantendo a mesma plataforma. Com elevada posição de dirigir e amplo espaço interno, encontrou nas mulheres seu principal público, chegando a gerar as derivações aventureira (CrossFox) e station wagon (SpaceFox). 

VW Fox
VW Fox bluemotion

Mas o tempo passou e agora o Fox, além de antigo, precisa abrir mais espaço na fábrica de São José dos Pinhais (PR) para a produção do SUV T-Cross, que recentemente passou a ter versão para vendas diretas PCD e viu seus emplacamentos decolarem (está na liderança entre os SUVs agora em dezembro). Espera-se ainda que a planta paranaense produza a picape Tarok (rival da Fiat Toro) a partir de 2021, o que também ajudaria a justificar o fim do Fox em 2020. 

Já o up! é um projeto bem mais recente, que chegou ao Brasil em 2014 trazendo um novo patamar de qualidade de construção e segurança para a categoria de subcompactos. O problema é que isso custou caro, e então a VW acabou criando um problema para ela mesma: vendê-lo barato (como esperado para um carro do seu tamanho) não gerava lucro. A estreia do motor 1.0 TSI (turbo e injeção direta) em meados de 2015 deu um ânimo às vendas do carrinho, mas a verdade é que ele nunca emplacou o que se esperava - foram produzidas pouco mais de 300 mil unidades até este ano. A produção na planta de Taubaté (SP) deve abrir espaço para a nova geração do Gol, prevista para chegar ao mercado em 2021.

Volkswagen Up! MPI 2020

Desde que lançou o novo Polo no país, há pouco mais de dois anos, a VW vem fazendo uma renovação completa de sua linha. E 2020 deverá ser animado com a estreia do Nivus, crossover do Polo para atuar abaixo do T-Cross, e a apresentação do Tarek, SUV médio para competir com o Compass numa faixa preço inferior à do Tiguan. Com tanta novidade, faz sentido não sobrar espaço para modelos de baixo volume como up! e Fox.

Em contato com a redação do Motor1.com no dia 2 de janeiro, a VW garantiu que tanto o Fox quanto o up! não sairão de linha em 2020, e que ambos receberão mudanças para se adaptar às novas regras de segurança que contemplam cintos de 3 pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes.        

Galeria: Volkswagen Up! 2020