Versão esportiva tem grandes chances de chegar ao Brasil como importada

Já apresentado em variantes tradicionais equipadas com motores 1.0 TSI, 1.5 TSI, 2.0 TDI e 1.5 TGI, o Volkswagen Golf de nova geração deverá estrear em breve na aguardada versão GTI equipada com propulsor 2.0 TSI. Prova disso são as imagens deste flagra, que revelam com riqueza de detalhes o design da principal variante esportiva da linha.

Na comparação com os demais, haverá para-choques dianteiro e traseiro com formato exclusivo, entradas de ar maiores, pacote aerodinâmico, rodas com desenho esportivo, pneus apropriados para performance e escape de dupla saída. As vendas nos principais mercados da Europa serão iniciadas em 2020, já como linha 2021, e sempre na carroceria de quatro portas.

Galeria: Novo Volkswagen Golf GTI - Flagra

Passados 40 anos desde a apresentação do GTI original, a nova geração continuará sendo uma das versões mais desejadas do portfólio. Além do visual com detalhes exclusivos e apelo emocional, o pacote tecnológico e o nível de desempenho prometem se destacar. Nesse sentido, o conhecido motor 2.0 TSI (turbo e injeção direta) terá aperfeiçoamentos e passará a entregar mais de 250 cv de potência, contra os 230 cv atuais. Na configuração TCR, será possível alcançar até 290 cv. Na prática, não será o GTI mais potente já vendido pela VW, uma vez que a variante limitada Clubsport S oferecida na Europa tinha 310 cv, mas certamente continuará fazendo do modelo um dos mais dinâmicos da categoria.

Na melhor da hipóteses, a estreia poderá acontecerá na próxima edição do Salão de Genebra, na Suíça, em março. A boa notícia para os brasileiros é que a versão GTI, assim como já aconteceu com a híbrida GTE (embora com atraso de uma geração), deverá chegar por aqui como importada.

Fonte: Automedia