Avaliação - Como anda o novo VW Golf 2017 com motor 1.5 TSI

Como acontece com os bons vinhos, quanto mais longa é a trajetória de um carro, mais importante ele se torna. O Volkswagen Golf 2017 representa um exemplo perfeito desta teoria. Estamos diante da reestilização da sétima geração, que a marca usará para incrementar a espetacular cifra de 33 milhões de unidades vendidas até agora deste ícone. O que mudou? Contamos tudo nesta avaliação. 

Leia também:

Na hora da apresentação do atualizado modelo, a ênfase estava em duas partes: a tecnológica e a de conectividade, ou seja, aquelas em que o Golf apresentava alguma lacuna e tinha ficado para trás de seus rivais. No entanto, a parte mecânica também não foi esquecida, já que o alemão estreia um novo motor a gasolina, o TSI Evo, com o câmbio automatizado de dupla embreagem DSG com sete marchas. 

 

1.5 TSI Evo, um grande trabalho

O propulsor protagonista, inédito no Grupo Volkswagen, é o 4-cilindros turbo 1.5 TSI Evo de 150 cv. Por dentro, um turbocompressor de geometria variável é o grande destaque técnico. Para reduzir ao máximo o consumo, ele possui o sistema de desligamento dos cilindros, excelente para chegar aos 20,4 km/l. 

Neste mesmo motor, será oferecido mais adiante uma versão BlueMotion, com 130 cv e consumo ainda mais baixo. Neste caso, o motor poderá ser desligado por co...