Ele terá o motor 2.0 TSI aprimorado e poderá superar os 250 cv de potência

Historicamente, as opções de alto desempenho da família Golf demoram entre um e dois anos para chegar ao mercado. Nesta geração, porém, a Volkswagen apressará o calendário e mostrará ao público a aguardada variante GTI já no ano que vem, apenas poucos meses depois da estreia das configurações tradicionais. 

Detalhes ainda são pouco conhecidos, mas é certo que, assim como o Golf padrão, o apimentado trará avanços consideráveis sobre o modelo atual, principalmente em pontos estratégicos como nível tecnológico e performance. O visual será uma evolução, sem grandes rupturas, conforme adianta projeção elaborada pelo X-Tomi Design.

Galeria: Volkswagen Golf GTI 2021 - Flagra

Passados 40 anos desde a apresentação do GTI original, a nova geração continuará sendo uma das versões mais desejadas do portfólio. Além do visual com detalhes exclusivos e apelo emocional, o pacote tecnológico e o nível de desempenho prometem se destacar. Nesse sentido, o conhecido motor 2.0 TSI (turbo e injeção direta) terá aperfeiçoamentos e passará a entregar algo acima de 250 cv de potência, contra os 230 cv atuais. Na configuração TCR, será possível alcançar até 290 cv. Na prática, não será o GTI mais potente já vendido pela VW, uma vez que a variante limitada Clubsport S oferecida na Europa tinha 310 cv, mas certamente continuará fazendo do modelo um dos mais dinâmicos da categoria.

Uma data específica para o lançamento ainda não foi confirmada. Na melhor da hipóteses, a estreia poderá acontecerá na próxima edição do Salão de Genebra, na Suíça, em março. A melhor notícia para os brasileiros é que a versão GTI, ao lado da híbrida GTE, são as que mais têm chance de chegar por aqui, como importadas. 

Fonte: X-Tomi Design / Facebook