SUV terá missão de suceder as icônicas versões sem teto de Fusca e Golf

Em um cenário onde os SUVs são os novos protagonistas do mercado, a estratégia da Volkswagen é apostar justamente em um SUV para suceder antigos conversíveis. Assim nasce o T-Roc Cabriolet, inspirado no conceito T-Cross Breeze de 2016 e apresentado como sucessor espiritual dos icônicas versões descapotáveis de Beetle e Golf.

No estilo, o modelo mantém características típicas de carros conversíveis (incluindo teto rebatível de tecido e apenas duas portas) em associação com a pegada robusta e o estilo agressivo comuns de modelos utilitários. O resultado impressiona não apenas pelo acerto das linhas, mas também pela ousadia da proposta diante do viés comumente tradicionalista da VW.

Galeria: Volkswagen T-Roc Cabriolet

Embora a Volkswagen já tenha mais de 70 anos de experiência na produção de conversíveis, a chegada do T-Roc Cabriolet não deixa de impressionar. O nicho de SUVs sem teto ainda é bastante restrito no mercado global e apenas a Land Rover, com o Evoque Conversível, tem um representante legítimo na categoria. A Nissan, no passado, até tentou inovar com o Murano CrossCabriolet, mas as vendas fracassaram e o modelo rapidamente foi descontinuado. 

Apesar do risco, a VW acredita no potencial do modelo e diz que os SUVs são fundamentais para o crescimento da marca. Além disso, a estratégia de tomar o T-Roc como base parece bem acertada, especialmente pelo nome e imagem já consolidados no mercado (360 mil unidades vendidas desde novembro de 2017).

Na comparação com o T-Roc "fechado", o Cabriolet é maior e tem distância entre-eixos ligeiramente mais longa. Apesar disso, o porta-malas acomoda apenas 284 litros por conta do espaço reservado para a capota. Esta, por sua vez, é confeccionada em tecido e leva apenas 9 segundos para ser aberta - operação realizada a velocidades de até 30 km/h. O peso do veículo não foi revelado, mas estima-se entre 1.200 e 1.500 kg. O espaço interno é suficiente para levar apenas 4 pessoas, sendo os bancos traseiros indicados apenas para crianças (nesse sentido, há pontos de fixação Isofix para cadeirinhas). Adultos podem até se acomodar, mas apenas no caso de viagens curtas, sob pena de chegarem ao destino com os joelhos doloridos.

Volkswagen T-Roc Cabriolet

Serão oferecidos apenas motores a gasolina. A opção de entrada será o 1.0 TSI com potência de 115 cv, seguido pelo 1.5 TSI de 150 cv. O câmbio pode ser manual de 6 marchas ou automatizado DSG de dupla embreagem e 7 posições (este disponível apenas para o propulsor mais potente). A tração será apenas dianteira. Entre as versões, destaque para a oferta dos acabamentos Style e R-Line. A apresentação oficial para o público deverá acontecer em setembro, no Salão de Frankfurt.

Fonte: Volkswagen