Crossover primo do Hyundai Creta terá missão de construir reputação da marca no país

Principal representante da Kia neste período de estreia oficial na Índia, o crossover compacto Seltos construirá a reputação da marca no país através de um verdadeiro leque de opções mecânicas. O lançamento local está programado apenas para o dia 25 de agosto, mas detalhes sobre o catálogo do modelo já vazaram e acabaram trazendo à tona especificações importantes. Entre outras informações, destaque para a oferta de nada menos que três diferentes tipos de motorização e quatro opções de câmbio, incluindo propulsores diesel e gasolina, além de transmissões manual, automática, automatizada e CVT. A ideia é atender a todos os gostos do mercado e ofertar ao consumidor a opção mais adequada possível dentro de cada necessidade.

Galeria: Kia Seltos 2020

Movidos a gasolina, serão oferecidos um motor 1.5 aspirado de 115 cv e 14,7 kgfm de torque, junto com um 1.4 TGDI de 140 cv e 24,6 kgfm de força. O primeiro será acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou um automático do tipo CVT. Por sua vez, o segundo será ligado à uma transmissão automatizada de dupla embreagem DCT de 7 marchas, além do mesmo manual de 6 relações. Por fim, um 1.5 CRDI diesel de 115 cv e 25,5 kgfm de torque poderá vir associado ao mesmo câmbio manual das demais motorizações, além de uma caixa automática tradicional de 6 marchas.

A gama de versões inclui as opções GTX e GTX+, além dos acabamentos HTE e HTX+. No caso das variantes mais caras, a lista de equipamentos incluirá recursos como faróis de LED, rodas de liga-leve de 17 ou 18 polegadas, luzes traseiras de LED, sistema de entretenimento com tela de 10,25 polegadas, head-up display, câmera de 360 graus, teto solar, iluminação ambiente multicolorida, bancos dianteiros refrigerados e sistema de áudio da marca Bose.

A produção será tocada na Índia e na Coreia do Sul, mas há chances também de o México de tornar mais um polo produtivo, tendo em vista o abastecimento dos Estados Unidos. O Brasil poderá se beneficiar neste último caso e importar o Seltos a partir da planta de Nuevo Léon, que já produz o Cerato e o compacto Rio. 

Fonte: Kia