Bob Lutz acredita que modelo atrairia novos clientes e renderia boas margens de lucro

Em entrevista concedida nesta semana à agência de notícias Automotive News, o ex-vice-presidente da General Motors, Bob Lutz, chamou atenção pela sugestão pra lá de curiosa que deu aos atuais dirigentes da empresa. Sem duvidar do que falava e carregado de convicções, Lutz aconselhou que a marca priorizasse o desenvolvimento de um novo SUV topo de linha capaz de reunir alto luxo, desempenho respeitável e desenho inspirado nas linhas do Corvette. Segundo o executivo, o superesportivo tem potencial suficiente para dar origem a um utilitário do tipo e o resultado seria muito interessante.

Galeria: Chevrolet Corvette Z06

Ainda de acordo com Lutz, o modelo teria de ser poderoso, leve e ligeiramente maior que o Porsche Cayenne - apontado como principal rival a ser enfrentado. Além disso, seria produzido de forma exclusiva em quantidades limitadas (algo em torno de 20 mil ou 30 mil unidades por ano) e teria alcance global (leia-se mercados da Europa, Ásia e América do Norte). Outras vantagens apontadas pelo ex-chefão seriam os altos índices de lucratividade e a chance de atrair novos clientes para a GM - consumidores que dificilmente migrariam para a marca unicamente em função do Corvette tradicional.

Ainda sobre o Corvette, Lutz se mostrou otimista com o lançamento da inédita variante de motor central e disse acreditar em chances reais de sucesso. Apesar disso, alertou que o modelo poderá ter "futuro limitado" dada a gama cada vez mais envelhecida de clientes da GM - por isso a sugestão de um SUV com a mesma pegada para atrair novas demandas.

Fonte: Automotive News
Projeção: Corvette Forum