Sedã será lançado em outubro com inédita versão híbrida flex

A nova geração do Toyota Corolla está cada vez mais próximo do Brasil. A fabricante já colocou no ar o hotsite https://www.novocorolla.com.br/ para cadastrar pessoas interessadas em comprar o sedã. A página ainda mostra a frente do sedã com os faróis e o logo da marca iluminados, além de destacar as barras cromadas da grade. Este formato confirma que ele terá o design do Corolla europeu, ao invés da variante norte-americana que é igual ao hatch. O lançamento nacional será em outubro e continuará a ser produzido em Indaiatuba (SP).

Quem lê o Motor1.com já sabia que o Toyota Corolla 2020 teria o design do modelo europeu. Isso ficou claro quando a fabricante apresentou o carro com a motorização flex e confirmou o lançamento no 2º semestre. Embora estivesse camuflado, era possível notar o formato da grade e do para-choque dianteiro. A imagem do site mostra os mesmos elementos, como o formato do farol (com projetor) e do LED de iluminação diurna, além do elemento cromado que percorre a entrada de ar.

O site não dá qualquer informação sobre o carro, mas já sabemos praticamente tudo sobre ele. Irá aposentar o motor 1.8, usado atualmente somente na versão de entrada. No seu lugar, estará o 2.0 com injeção direta e cerca de 170 cv, como opção básica. A variante topo de linha trará o inédito 1.8 híbrido, uma evolução do sistema usado pelo Prius e que ainda foi preparado para poder aceitar tanto gasolina quanto etanol. Gera 122 cv de potência combinada. Ambos trabalham com o câmbio CVT que simula 7 marchas.

A cabine aposta em um visual muito mais limpo, reduzindo a quantidade de botões e recebendo um design bem mais moderno. Até retiraram o pequeno relógio digital que era marca registrada do sedã. Destaque para a central multimídia flutuante de 8” e para o painel de instrumentos, que adota um display de 7” no centro e cercado por contadores analógicos.

Agora construído com a plataforma modular TNGA, o novo Toyota Corolla 2020 ficará mais leve e ligeiramente maior. Cresceu 1 centímetro tanto de comprimento quanto de largura, passando a ter 4,63 m de comprimento e 1,78 m de largura. A altura caiu para 1,43 m e manteve o entre-eixos de 2,70 m. O porta-malas praticamente não mudou, com capacidade para 471 litros (o atual tem 470 litros).