Segunda geração do SUV terá motor 1.3 turbo de até 163 cv e 2.0 turbo de 224 cv

O inédito GLB não será o único SUV compacto da Mercedes-Benz a ser lançado neste ano. A revista britânica Autocar diz que a segunda geração do GLA fará sua estreia ainda em 2019, com a apresentação acontecendo em setembro, durante o Salão de Frankfurt (Alemanha). Por aqui, o SUV deve chegar ao longo de 2020, com chances de aparecer na próxima edição do Salão do Automóvel de São Paulo.

Se a Autocar estiver correta, o Mercedes-Benz GLA 2020 deve ser revelado online poucos dias antes do Salão de Frankfurt. Enfrentando modelos como o Audi Q2 e BMW X1, a segunda geração do GLA seguirá a mesma receita do atual, como uma variante mais alta do hatch Classe A. A ideia é que continue como a opção mais acessível entre os crossovers da empresa, enquanto o GLB será maior e mais caro.

Galeria: Mercedes GLA 2019 - Flagra

Como todos os carros de entrada da Mercedes estão usando um interior semelhante, o mesmo deve acontecer com o novo GLA. Basta olhar para uma foto do Classe A, Classe B ou mesmo do CLA para ter uma ideia de como será a cabine do crossover, com as duas telas de 12,3", uma para o painel de instrumentos e outra para a central multimídia.

A mecânica também não é nenhum mistério. Usará o motor 1.3 turbo nas versões de 102 cv, 136 cv e 163 cv, desenvolvido em parceria com a Aliança Renault-Nissan. As configurações mais caras adotarão o 2.0 turbo, nas variantes de 190 cv e 224 cv. Os clientes poderão escolher entre as transmissões manual de 6 marchas e automatizada de dupla embreagem e 7 posições, além da tração integral 4Matic.

Mais adiante devem aparecer as versões esportivas GLA 35 AMG e GLA 45 AMG, com o motor 2.0 turbo melhorado para gerar ainda mais potência. O Classe A35 conta com 306 cv, enquanto o A45 deve chegar aos 426 cv. A marca não tem o costume de mostrar a variante esportiva logo de cara, dando tempo para que a Mercedes-AMG possa desenvolver a variante com calma.

Fonte: Autocar