SUV compacto será produzido no México e acumula grandes chances de chegar ao Brasil

Apresentado como carro-conceito na última edição do Salão de Xangai, na China, o aguardado SUV GLB, da Mercedes-Benz, não deve demorar mais do que poucos meses para ser revelado em versão final. No flagra mais recente, o modelo aparece praticamente pronto para estreia e pouco se esforça para esconder detalhes do design. Os planos em relação ao lançamento estão tão adiantados que até mesmo os locais de produção já foram definidos: Pequim (com foco no abastecimento do mercado chinês) e Aguascalientes, no México (fabricação que atenderá Estados Unidos, Canadá e Brasil, que recentemente fechou acordo de livre comércio com os mexicanos).

Galeria: Mercedes-Benz GLB 2020 (flagra)

A produção no México será tocada junto com a montagem do Classe A Sedan, que também deverá chegar ao mercado brasileiro a partir daquele país. A fábrica em questão é nova e fruto de uma joint-venture firmada entre a Daimler e o grupo Renault-Nissan. A expectativa é que o GLB de produção conserve as medidas do conceito, ou seja, 4,62 metros de comprimento e 2,82 metros de entre-eixos. A marca promete espaço suficiente na cabine para três fileiras de assentos e até sete bancos, sendo que os dois assentos individuais na parte de trás não estarão lá apenas para viagens de emergência, podendo acomodar confortavelmente dois ocupantes de tamanho médio.

Sob o capô, a principal opção de motorização será o 2.0 turbo a gasolina de 227 cv e 35,7 kgfm de torque, que virá sempre associado a uma transmissão de dupla embreagem e 8 marchas. A tração poderá ser integral, com três modos selecionáveis. Haverá ainda variantes de desempenho AMG 35 e 45.

Fotos: walkoARTvideos / YouTube